A construção do masculino: dominação das mulheres e homofobia Report as inadecuate




A construção do masculino: dominação das mulheres e homofobia - Download this document for free, or read online. Document in PDF available to download.

Revista Estudos Feministas 2001, 9 (2)

Author: Daniel Welzer-Lang

Source: http://www.redalyc.org/


Teaser



Revista Estudos Feministas ISSN: 0104-026X ref@cfh.ufsc.br Universidade Federal de Santa Catarina Brasil Welzer-Lang, Daniel A construção do masculino: dominação das mulheres e homofobia Revista Estudos Feministas, vol.
9, núm.
2, segundo semestre, 2001, pp.
460-482 Universidade Federal de Santa Catarina Santa Catarina, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=38109208 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto Daniel Welzer-Lang A construção do masculino: dominação das mulheres e homofobia * Resumo: A partir de definições de homofobia e de heterossexismo, este artigo explora a profundidade heurística das relações sociais de sexo transversais ao conjunto de pessoas e grupos de gênero, no interior de um quadro teórico que rompe com definições naturalistas e- ou essencialistas dos homens.
O texto analisa os esquemas, o habitus, o ideal viril, homofóbico e heterossexual que constroem e fortalecem a identidade e a dominação masculina.
Para desenvolver este argumento, o autor faz uma vasta revisão bibliográfica da literatura feminista francesa contemporânea. Palavras-chave: masculinidade, homofobia, dominação, teoria feminista francesa. Este artigo1 questiona as modalidades de análise a respeito dos homens e do masculino e o quadro teórico e os instrumentos utilizados para esta análise, à luz de meus trabalhos e dos debates atuais em diferentes redes que tratam deste tema.
Apoio-me, em particular, no trabalho de síntese que realizei para o exame de habilitação em orientação2 e nos debates que atravessam a Rede Européia de Homens Pró-feministas e a Universidade euromediterrânea das homossexualidades.3 Este artigo completa as análises teóricas que publiquei em 1994 que...





Related documents