Propriedades de flexão estática da madeira úmida e a 12% de umidade de um clone de eucalyptus saligna smith sob o efeito do espaçamento e da adubação Report as inadecuate




Propriedades de flexão estática da madeira úmida e a 12% de umidade de um clone de eucalyptus saligna smith sob o efeito do espaçamento e da adubação - Download this document for free, or read online. Document in PDF available to download.

Rute Berger ; Márcio Goulart ; James Sthal ; Rômulo Trevisan ; Elio José Santini ; Merielen Lopes de Carvalho ;Ciência Florestal 2002, 12 (2)

Author: Clovis Roberto Haselein

Source: http://www.redalyc.org/


Teaser



Ciência Florestal ISSN: 0103-9954 cf@ccr.ufsm.br Universidade Federal de Santa Maria Brasil Haselein, Clovis Roberto; Berger, Rute; Goulart, Márcio; Sthal, James; Trevisan, Rômulo; Santini, Elio José; Lopes de Carvalho, Merielen Propriedades de flexão estática da madeira úmida e a 12% de umidade de um clone de eucalyptus saligna smith sob o efeito do espaçamento e da adubação Ciência Florestal, vol.
12, núm.
2, dezembro, 2002, pp.
147-152 Universidade Federal de Santa Maria Santa Maria, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=53412215 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto Ciê ncia Florestal, Santa Maria, v.
12, n.
2, p.
147-152 147 ISSN 0103-9954 PROPRIEDADES DE FLEXÃ O ESTÁ TICA DA MADEIRA ÚMIDA E A 12% DE UMIDADE DE UM CLONE DE Eucalyptus saligna Smith SOB O EFEITO DO ESPAÇ AMENTO E DA ADUBAÇ Ã O BENDING PROPERTIES OF GREEN AND AIR DRIED WOOD OF A CLONE OF Eucalyptus saligna Smith GROWN IN DIFFERENT TREE SPACING AND FERTILIZATION Clovis Roberto Haselein 1 Rute Berger2 Elio José Santini 4 Má rcio Goulart 3 James Sthal 3 Merielen de Carvalho Lopes Rômulo Trevisan3 5 RESUMO Neste trabalho, foram investigadas as propriedades de flexão está tica da madeira de um clone de Eucalyptus saligna Smith.
A madeira foi retirada da primeira tora de á rvores procedentes de unidades experimentais da Klabin-Riocell com idade de, aproximadamente, 10 anos.
As unidades foram estabelecidas com trê s diferentes espaçamentos (3 x 2, 3 x 3 e 3 x 4 m) e duas doses de adubação (400 ou 800 kg-ha). Trinta á rvores (cinco por parcela) foram utilizadas nos ensaios.
Os corpos de prova, confeccionados segundo a ASTM D143-93 (1995), foram testados apó s condicionados em câmara climatizada a 2...





Related documents