O paratudal do pantanal de miranda, corumbá-ms, brasil Report as inadecuate




O paratudal do pantanal de miranda, corumbá-ms, brasil - Download this document for free, or read online. Document in PDF available to download.

Ademir Kleber Morbeck de Oliveira ;Revista Árvore 2009, 33 (2)

Author: João Juares Soares

Source: http://www.redalyc.org/


Teaser



Revista Árvore ISSN: 0100-6762 r.arvore@ufv.br Universidade Federal de Viçosa Brasil Juares Soares, João; Morbeck de Oliveira, Ademir Kleber O paratudal do Pantanal de Miranda, Corumbá-MS, Brasil Revista Árvore, vol.
33, núm.
2, abril, 2009, pp.
339-347 Universidade Federal de Viçosa Viçosa, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=48813388015 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto 339 O paratudal do Pantanal de Miranda, Corumbá … O PARATUDAL DO PANTANAL DE MIRANDA, CORUMBÁ-MS, BRASIL 1 João Juares Soares 2 e Ademir Kleber Morbeck de Oliveira3 RESUMO – Este trabalho teve como objetivo estudar o estrato arbóreo de uma formação savanoide típica do Pantanal de Miranda, o paratudal, no Município de Corumbá, MS.
O estrato herbáceo da formação é dominado por Paspalum hydrophilum e o estrato arbóreo, Tabebuia áurea.
O paratudo, razão do nome, apresenta densidade média de 363 indivíduos por hectare, altura média de 6,7 m e diâmetro médio do caule de 16,7 cm.
O paratudal de algumas regiões do Pantanal de Miranda poderia ser o resultado do solo (fator edáfico), da inundação (fator hidrométrico) e, ou, da ação antrópica, além de, em alguns casos, da associação com artrópodes que formam montículos – murundus –, nos quais T.
aurea pode se estabelecer.
Essa espécie deve apresentar mecanismos fisiológicos que lhe permitem sobreviver com níveis altos de cálcio e magnésio, enfrentar meses de seca e inundação (estresse hídrico) e mudanças no pH do solo. Palavras-chave: Savana arbórea, paratudo e Tabebuia aurea. THE “PARATUDAL” AT THE PANTANAL DE MIRANDA – CORUMBA-MS, BRAZIL ABSTRACT – This work aimed to study the “paratudal”, an arboreal savan...





Related documents