Potencial de cajanus cajan e crotalaria spectabilis parafitorremediação: absorção de arsênio e respostas antioxidativas Report as inadecuate




Potencial de cajanus cajan e crotalaria spectabilis parafitorremediação: absorção de arsênio e respostas antioxidativas - Download this document for free, or read online. Document in PDF available to download.

Juraci Alves de Oliveira ; Gabriela Alves Leão ;Revista Árvore 2009, 33 (2)

Author: Rafaella Teles Arantes Felipe

Source: http://www.redalyc.org/


Teaser



Revista Árvore ISSN: 0100-6762 r.arvore@ufv.br Universidade Federal de Viçosa Brasil Teles Arantes Felipe, Rafaella; Alves de Oliveira, Juraci; Alves Leão, Gabriela Potencial de Cajanus cajan e Crotalaria spectabilis parafitorremediação: absorção de arsênio e respostas antioxidativas Revista Árvore, vol.
33, núm.
2, abril, 2009, pp.
245-254 Universidade Federal de Viçosa Viçosa, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=48813388006 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto 245 Potencial de Cajanus cajan e Crotalaria spectabilis … POTENCIAL DE Cajanus cajan E Crotalaria spectabilis PARA FITORREMEDIAÇÃO: ABSORÇÃO DE ARSÊNIO E RESPOSTAS ANTIOXIDATIVAS1 Rafaella Teles Arantes Felipe 2, Juraci Alves de Oliveira3 e Gabriela Alves Leão2 RESUMO – Neste estudo, avaliaram-se os efeitos tóxicos do arsênio (As) sobre o crescimento e atividade de enzimas antioxidativas dismutase do superóxido (SOD), catalase (CAT), peroxidases (POX), peroxidase do ascorbato peroxidase (APX) e glutationa redutase (GR) em plantas de Cajanus cajan e Crotalaria spectabili. Plantas das duas espécies foram expostas a diferentes concentrações de As, em solução nutritiva de Hoagland, pH 6,5.
A taxa de crescimento relativo (TCR) das duas espécies reduziu-se com o aumento da concentração de As na solução nutritiva, sendo de forma mais intensa em C.
cajan.
A concentração de As na solução capaz de reduzir em 50% a TCR de C.
cajan foi de 0,93 mg L -1, enquanto em C.
spectabilis foi de 4,80 mg L -1. As duas espécies apresentaram reduzida translocação de As para a parte aérea, sendo em raízes de C.
spectabilis observada a maior concentração desse elemento.
C. cajan exposto ao As teve as atividades da...





Related documents