Religião, política e ordem social nos atos apócrifos dos apóstolos Report as inadecuate




Religião, política e ordem social nos atos apócrifos dos apóstolos - Download this document for free, or read online. Document in PDF available to download.

Antíteses 2015, 8 16

Author: José Adriano Filho

Source: http://www.redalyc.org/


Teaser



Antíteses ISSN: 1984-3356 hramirez1967@yahoo.com Universidade Estadual de Londrina Brasil Filho, José Adriano Religião, política e ordem social nos Atos Apócrifos dos Apóstolos Antíteses, vol.
8, núm.
16, julio-diciembre, 2015, pp.
71-88 Universidade Estadual de Londrina Londrina, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=193343476006 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto DOI: 10.5433-1984-3356.2015v8n16p71 Religião, política e ordem social nos Atos Apócrifos dos Apóstolos Religion, politics and social order in the Apocryphal Acts of the Apostles José Adriano Filho* RESUMO Os Atos Apócrifos dos Apóstolos recontam a tradição dos apóstolos e suas façanhas públicas.
Os apóstolos são apresentados em constante conflito com o mundo à sua volta.
Eles demonstram o poder do único Deus verdadeiro por meio de milagres, ascetismo e martírio.
O cristianismo que eles representam contrasta com as crenças e poder do mundo greco-romano.
Esta instância antissocial é reforçada pela mensagem de castidade anunciada pelos apóstolos, a qual interrompe o casamento, e nos conflitos com as autoridades civis e religiosas.
Eles têm preocupações apologéticas, missionárias e de edificação, mas rejeitam os ideais culturais e sociais tradicionais em favor de novos ideais.
Os Atos Apócrifos também refletem a rede do patronato social e político contemporâneo do Império romano.
Eles redefinem o patronato de uma perspectiva cristã e desafiam o sistema estabelecido ao apresentar a Cristo como o verdadeiro patrono, superior aos patronos humanos, incluindo o imperador.
A tentativa de reformular as pressuposições estabelecidas é uma característica que define a identidade cristã represen...





Related documents