Os reassentamentos involuntários em programas de urbanização e de saneamento: os casos promaben, prosamim e probacanga Report as inadecuate




Os reassentamentos involuntários em programas de urbanização e de saneamento: os casos promaben, prosamim e probacanga - Download this document for free, or read online. Document in PDF available to download.

urbe. Revista Brasileira de Gestão Urbana 2016, 8 3

Author: Raifran Abidimar de Castro

Source: http://www.redalyc.org/


Teaser



urbe.
Revista Brasileira de Gestão Urbana ISSN: 2175-3369 urbe@pucpr.br Pontifícia Universidade Católica do Paraná Brasil Abidimar de Castro, Raifran Os reassentamentos involuntários em programas de urbanização e de saneamento: os casos Promaben, Prosamim e Probacanga urbe.
Revista Brasileira de Gestão Urbana, vol.
8, núm.
3, 2016 Pontifícia Universidade Católica do Paraná Paraná, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=193146756010 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto The involuntary resettlement areas in urbanization and sanitation programs: the cases of Promaben, Prosamim and Probacanga Raifran Abidimar de Castro Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia (IFMA), Açailândia, MA, Brasil Resumo Apresenta-se uma análise sobre os processos de reassentamentos involuntários (RI) implantados em projetos de intervenção urbana.
Foram selecionados os programas em implantação nas áreas da Amazônia brasileira: o PROBACANGA, de São Luís, no Maranhão, que recebe financiamento do Banco Internacional para Reconstrução e Desenvolvimento (BIRD); o PROMABEN, de Belém, no Pará, e o PROSAMIM, de Manaus, no Amazonas, dois programas apoiados pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).
Realizou-se uma pesquisa bibliográfica e documental, com a utilização de relatórios dos bancos, das prefeituras e dos governos estaduais executores dos programas, complementando-se com textos acadêmicos e com uma base teórica do urbanismo neoliberal.
Primeiramente, fez-se uma análise sobre os financiamentos do BIRD e do BID, para, em seguida, mostrar a relação desses dois bancos com o urbanismo neoliberal.
Depois, buscou-se uma apresentação da visão de grandes teóricos sob...





Related documents