Propriedades químicas e biológicas de solo de tabuleiro cultivado com cana-de-açúcar com e sem queima da palhada Report as inadecuate




Propriedades químicas e biológicas de solo de tabuleiro cultivado com cana-de-açúcar com e sem queima da palhada - Download this document for free, or read online. Document in PDF available to download.

E. LIMA ; L. H. C. ANJOS ; L. A. SILVA ; M. B. CEDDIA ; M. V. M. ANTUNES ;Revista Brasileira de Ciência do Solo 2000, 24 1

Author: H. N. S. MENDONZA

Source: http://www.redalyc.org/


Teaser



Revista Brasileira de Ciência do Solo ISSN: 0100-0683 revista@sbcs.org.br Sociedade Brasileira de Ciência do Solo Brasil MENDONZA, H.
N.
S.; LIMA, E.; ANJOS, L.
H.
C.; SILVA, L.
A.; CEDDIA, M.
B.; ANTUNES, M.
V.
M. PROPRIEDADES QUÍMICAS E BIOLÓGICAS DE SOLO DE TABULEIRO CULTIVADO COM CANADE-AÇÚCAR COM E SEM QUEIMA DA PALHADA Revista Brasileira de Ciência do Solo, vol.
24, núm.
1, 2000, pp.
201-207 Sociedade Brasileira de Ciência do Solo Viçosa, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=180218272023 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto PROPRIEDADES QUÍMICAS E BIOLÓGICAS DE SOLO DE TABULEIRO CULTIVADO. 201 PROPRIEDADES QUÍMICAS E BIOLÓGICAS DE SOLO DE TABULEIRO CULTIVADO COM CANA-DE-AÇÚCAR COM E SEM QUEIMA DA PALHADA(1) H.
N.
S.
MENDONZA(2), E.
LIMA(3), L.
H.
C.
ANJOS(3), L.
A.
SILVA(4), M.
B.
CEDDIA(3) & M.
V.
M.
ANTUNES(5) RESUMO Foram comparados dois sistemas de colheita dos canaviais: com queima prévia (Cana Queimada) e com espalhamento da palha na superfície (Cana Crua), em área cedida pela Linhares Agropecuária S.A., Linhares (ES).
O solo foi classificado como Podzólico Amarelo de textura arenosa-média, originado de materiais da Formação Barreiras.
Após seis anos de cultivo da cana-de-açúcar (1989-1994), foram avaliados a distribuição dos nutrientes, as frações humificadas e o carbono da biomassa microbiana.
O sistema Cana Crua promoveu incrementos nos teores de carbono, na profundidade de 0-20 cm, e de magnésio em relação ao sistema Cana Queimada, o qual, por sua vez, apresentou maiores teores de potássio e fósforo.
Com a adição da palha, percebeu-se o predomínio não só da fração humina e da fração ácidos fúlvicos, mas também de carbono imob...





Related documents