Matéria seca, relação c-n e acúmulo de nitrogênio, fósforo e potássio em misturas de plantas de cobertura de solo Report as inadecuate




Matéria seca, relação c-n e acúmulo de nitrogênio, fósforo e potássio em misturas de plantas de cobertura de solo - Download this document for free, or read online. Document in PDF available to download.

C. Aita ; E. R. O. Vendruscolo ; M. Cubilla ; R. S. Nicoloso ; M. R. Fries ;Revista Brasileira de Ciência do Solo 2003, 27 2

Author: S. J. Giacomini

Source: http://www.redalyc.org/


Teaser



Revista Brasileira de Ciência do Solo ISSN: 0100-0683 revista@sbcs.org.br Sociedade Brasileira de Ciência do Solo Brasil Giacomini, S.
J.; Aita, C.; Vendruscolo, E.
R.
O.; Cubilla, M.; Nicoloso, R.
S.; Fries, M.
R. Matéria seca, relação C-N e acúmulo de nitrogênio, fósforo e potássio em misturas de plantas de cobertura de solo Revista Brasileira de Ciência do Solo, vol.
27, núm.
2, abril, 2003, pp.
325-334 Sociedade Brasileira de Ciência do Solo Viçosa, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=180218485012 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto MATÉRIA SECA, RELAÇÃO C-N E ACÚMULO DE NITROGÊNIO, FÓSFORO E POTÁSSIO. 325 SEÇÃO VI - MANEJO E CONSERVAÇÃO DO SOLO E DA ÁGUA MATÉRIA SECA, RELAÇÃO C-N E ACÚMULO DE NITROGÊNIO, FÓSFORO E POTÁSSIO EM MISTURAS DE PLANTAS DE COBERTURA DE SOLO(1) S.
J.
GIACOMINI(2), C.
AITA(3), E.
R.
O.
VENDRUSCOLO(4), M.
CUBILLA(5), R.
S.
NICOLOSO(5) & M.
R.
FRIES(6) † RESUMO O interesse em consorciar plantas de cobertura no inverno tem aumentado nos últimos anos na região Sul do Brasil.
Por ser uma prática agrícola recente, é importante avaliar a produção de matéria seca e o acúmulo de nutrientes de espécies consorciadas ou cultivadas isoladamente.
Realizou-se um experimento no período de 1998 a 2000, na UFSM (RS), num Argissolo Vermelho distrófico arênico, consorciando-se aveia preta (Avena strigosa Schieb) ervilhaca comum (Vicia sativa L.) e aveia preta nabo forrageiro (Raphanus sativus L.
var.
oleiferus Metzg.) em diferentes quantidades de sementes.
Os nove tratamentos foram: (1) 100 % aveia preta (AP); (2) 100 % ervilhaca comum (EC); (3) 100 % nabo forrageiro (NF); (4) 15 % AP 85 % EC; (5) 30 % AP 70 % EC; (6) 45 %...





Related documents