Lixiviação de potássio em função da textura e da disponibilidade do nutriente no solo Report as inadecuate




Lixiviação de potássio em função da textura e da disponibilidade do nutriente no solo - Download this document for free, or read online. Document in PDF available to download.

Rodrigo Arroyo Garcia ; Ciro Antonio Rosolem ;Revista Brasileira de Ciência do Solo 2008, 32 6

Author: Rodrigo Werle

Source: http://www.redalyc.org/


Teaser



Revista Brasileira de Ciência do Solo ISSN: 0100-0683 revista@sbcs.org.br Sociedade Brasileira de Ciência do Solo Brasil Werle, Rodrigo; Arroyo Garcia, Rodrigo; Rosolem, Ciro Antonio Lixiviação de potássio em função da textura e da disponibilidade do nutriente no solo Revista Brasileira de Ciência do Solo, vol.
32, núm.
6, noviembre-diciembre, 2008, pp.
2297-2305 Sociedade Brasileira de Ciência do Solo Viçosa, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=180214064009 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto LIXIVIAÇÃO DE POTÁSSIO EM FUNÇÃO DA TEXTURA E DA DISPONIBILIDADE DO NUTRIENTE. 2297 LIXIVIAÇÃO DE POTÁSSIO EM FUNÇÃO DA TEXTURA E DA DISPONIBILIDADE DO NUTRIENTE NO SOLO(1) Rodrigo Werle (2), Rodrigo Arroyo Garcia(3) & Ciro Antonio Rosolem(4) RESUMO O manejo correto da adubação potássica pode minimizar perdas assim como evitar o esgotamento de K do solo.
Objetivou-se estudar a dinâmica do K no perfil do solo em função do teor de argila e do teor do nutriente resultantes da adubação da soja.
Foram coletados solos de texturas média e argilosa, que vinham sendo adubados com 0, 60, 120, e 180 kg ha-1 de K2O na soja por 6 anos.
O experimento foi conduzido em casa de vegetação, em tubos de PVC estratificados nas profundidades de 0–5, 5–10, 10–20, e 20–40 cm.
Na superfície das colunas, aplicaram-se mais 80 kg ha-1 de K2O.
Durante 16 semanas, foi aplicada, semanalmente, água em quantidade equivalente a 100 mm de chuva.
Em cada aplicação, o volume de solução percolada foi determinado, assim como as quantidades de K contidas nessa solução. Após a desmontagem das colunas de solo, foram determinados os teores de K trocável e não-trocável nas diferentes profu...





Related documents