Processo de formação de crostas superficiais em razão de sistemas de preparo do solo e chuva simulada Report as inadecuate




Processo de formação de crostas superficiais em razão de sistemas de preparo do solo e chuva simulada - Download this document for free, or read online. Document in PDF available to download.

Miguel Cooper ; Frédéric Darboux ; João Carlos Medeiros ;Revista Brasileira de Ciência do Solo 2013, 37 2

Author: Jaqueline Dalla Rosa

Source: http://www.redalyc.org/


Teaser



Revista Brasileira de Ciência do Solo ISSN: 0100-0683 revista@sbcs.org.br Sociedade Brasileira de Ciência do Solo Brasil Dalla Rosa, Jaqueline; Cooper, Miguel; Darboux, Frédéric; Medeiros, João Carlos PROCESSO DE FORMAÇÃO DE CROSTAS SUPERFICIAIS EM RAZÃO DE SISTEMAS DE PREPARO DO SOLO E CHUVA SIMULADA Revista Brasileira de Ciência do Solo, vol.
37, núm.
2, 2013, pp.
400-410 Sociedade Brasileira de Ciência do Solo Viçosa, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=180226346012 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto 400 Jaqueline Dalla Rosa et al. PROCESSO DE FORMAÇÃO DE CROSTAS SUPERFICIAIS EM RAZÃO DE SISTEMAS DE PREPARO DO SOLO E CHUVA SIMULADA (1) Jaqueline Dalla Rosa(2), Miguel Cooper(3), Frédéric Darboux(4) & João Carlos Medeiros(2) RESUMO A chuva provoca a modificação da estrutura superficial do solo levando ao desenvolvimento de crostas.
Este estudo avaliou a dinâmica da formação de crostas superficiais por meio da análise e descrição micromorfológica de lâminas delgadas. O experimento foi conduzido em 2009 e 2010.
Em parcelas de 15 x 30 m, foram implantados os diferentes sistemas de preparos do solo: preparo convencional (PC), preparo reduzido (PR) e sem preparo (SP).
Dentro das parcelas instalaramse as microparcelas de 1 x 1m e aplicaram-se diferentes lâminas de chuva simulada (0, 27, 54 e 80 mm) com intensidade de 80 mm h-1.
Nas microparcelas, coletou-se uma amostra indeformada em que consistia em um bloco de solo de 0,07 x 0,05 x 0,12 m.
Os blocos foram impregnados com resina e após endurecimento e secagem total foram confeccionadas lâminas delgadas (4,5 x 8 cm), descritas, utilizando microscópio óptico.
Foi confeccionada uma lâmina delgada para cada chuv...





Related documents