Análise acústica e índice de estimulabilidade sons líquidos do português brasileiro Report as inadecuate




Análise acústica e índice de estimulabilidade sons líquidos do português brasileiro - Download this document for free, or read online. Document in PDF available to download.

Luciana de Oliveira Pagan-Neves ; Márcia Mathias de Castro ;Revista CEFAC 2007, 9 3

Author: Haydée Fiszbein Wertzner

Source: http://www.redalyc.org/


Teaser



Revista CEFAC ISSN: 1516-1846 revistacefac@cefac.br Instituto Cefac Brasil Fiszbein Wertzner, Haydée; Pagan-Neves, Luciana de Oliveira; Mathias de Castro, Márcia Análise acústica e índice de estimulabilidade sons líquidos do português brasileiro Revista CEFAC, vol.
9, núm.
3, julio-septiembre, 2007, pp.
339-350 Instituto Cefac São Paulo, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=169313371007 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto Análise acústica e índice de estimulabilidade 3 ANÁLISE ACÚSTICA E ÍNDICE DE ESTIMULABILIDADE NOS SONS LÍQUIDOS DO PORTUGUÊS BRASILEIRO Acoustic analysis and stimulability index for Brazilian Portugues liquid sounds Haydée Fiszbein Wertzner (1) , Luciana de Oliveira Pagan-Neves (2) , Márcia Mathias de Castro RESUMO Objetivo: descrever as características acústicas obtidas por meio da análise acústica (AA) e do ¥].
Métodos: foram analisadas as produções de índice de estimulabilidade (IE) das líquidas [ll]; [RR]; [¥ fala coletadas através da imitação de sílabas de dois sujeitos gemelares de 11:6 anos apresentando os processos de simplificação de líquidas e simplificação do encontro consonantal.
As produções foram analisadas acusticamente e por meio do teste de estimulabilidade.
Resultados: os dois sujeitos produziram adequadamente o som [ll].
O sujeito 1 não foi estimulável para o [RR], tendo substituídoo pelo [ll] independentemente da vogal subseqüente.
O sujeito 2 foi estimulável ao som [RR] e o produziu de forma correta em apenas uma imitação quando acompanhado da vogal -a-.
A AA permitiu verificar que o som [ll] foi produzido de maneiras diferentes quando emitido de maneira adequada e ¥].
A AA das produções entre qu...





Related documents