Maquiavelianas brasileiras: dissimulação, ideias políticas e revoltas coloniais portugal, séculos xvii e xviii Report as inadecuate




Maquiavelianas brasileiras: dissimulação, ideias políticas e revoltas coloniais portugal, séculos xvii e xviii - Download this document for free, or read online. Document in PDF available to download.

Tempo 2014, 20

Author: Luciano Raposo de Almeida Figueiredo

Source: http://www.redalyc.org/


Teaser



Red de Revistas Científicas de América Latina, el Caribe, España y Portugal Sistema de Información Científica Raposo de Almeida Figueiredo, Luciano Maquiavelianas brasileiras: dissimulação, ideias políticas e revoltas coloniais (Portugal, séculos XVII e XVIII) Tempo, vol.
20, 2014, pp.
1-24 Universidade Federal Fluminense Niterói, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=167031535018 Tempo, ISSN (Versão impressa): 1413-7704 secretaria.tempo@historia.uff.br Universidade Federal Fluminense Brasil Como citar este artigo Número completo Mais informações do artigo Site da revista www.redalyc.org Projeto acadêmico não lucrativo, desenvolvido pela iniciativa Acesso Aberto DOI: 10.5533-TEM-1980-542X-2014203604 Revista Tempo | 2014 v20 | Dossiê Traduções de Maquiavel: da Índia portuguesa ao Brasil Maquiavelianas brasileiras: dissimulação, ideias políticas e revoltas coloniais (Portugal, séculos XVII e XVIII)1 Luciano Raposo de Almeida Figueiredo[1] Resumo A teoria política sobre o poder da monarquia católica em Portugal, apesar de não ver com bons olhos os expedientes dissimulatórios, não conseguiu evitar seu uso diante da gravidade que assumiu a luta de resistência dos súditos na América.
Em muitas dessas situações, se sustentou o uso da dissimulação, especialmente entre 1640 e a primeira metade do século XVIII.
Na mais importante esfera de debates dos problemas políticos da colônia — o Conselho Ultramarino —, a recomendação da arte do segredo foi francamente defendida, mas, progressivamente, condenada, uma vez que, aparentemente, foi incapaz de reduzir as revoltas.
A defesa da dissimulação em O príncipe, mesmo se distinguindo da razão de Estado católica, baliza o debate que toma conta dos autores da política cristã nos séculos XVI e XVII. Palavras-chave: dissimulação; Portugal; Brasil colônia. Maquiavelianas brasileñas: disimulación, ideas políticas y revueltas coloniales (Portugal...





Related documents