Trabalho e emprego na educação infantil no brasil: segmentações e desigualdades Report as inadecuate




Trabalho e emprego na educação infantil no brasil: segmentações e desigualdades - Download this document for free, or read online. Document in PDF available to download.

Gizele de Souza ;Educar em Revista 2010, 1

Author: Lívia Fraga Vieira

Source: http://www.redalyc.org/


Teaser



Educar em Revista ISSN: 0104-4060 educar@ufpr.br Universidade Federal do Paraná Brasil Fraga Vieira, Lívia; Souza, Gizele de Trabalho e emprego na educação infantil no Brasil: segmentações e desigualdades Educar em Revista, núm.
1, 2010, pp.
119-139 Universidade Federal do Paraná Paraná, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=155018478006 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto Trabalho e emprego na educação infantil no Brasil: segmentações e desigualdades Labor and employment in early childhood education in Brazil: cleavages and inequalities Lívia Fraga Vieira1 Gizele de Souza2 RESUMO Objetiva-se trazer resultados de pesquisa empírica sobre situações de traba­ lho e emprego nas instituições de educação infantil no Brasil, evidenciando o caso de Belo Horizonte, capital de Minas Gerais, que apresenta oferta em creches e pré-escolas, representativa da realidade dos grandes centros urbanos brasileiros.
Efetuou-se o levantamento de fontes documentais, legislação, estatísticas, entrevistas e observações, no intuito de evidenciar as relações entre as tipologias das instituições de educação infantil e as formas de contratação, carreira, salário e condições de trabalho.
As situações investigadas se referiram aos estabelecimentos de ensino público (estadual e municipal) e estabelecimentos de ensino privados, segundo as categorias particular, comunitária, filantrópica e confessional.
Os estabelecimentos estudados foram escolhidos, segundo amostra intencional, por localização e público preferencial atendido.
Informações também foram buscadas junto aos empregadores – públicos e privados e junto às representações sindicais-associativas dos profissionais, ...





Related documents