Interação boro e zinco no crescimento, desenvolvimento e nutrição do algodoeiro Report as inadecuate




Interação boro e zinco no crescimento, desenvolvimento e nutrição do algodoeiro - Download this document for free, or read online. Document in PDF available to download.

Marcos A. C. da Silva ;Revista Brasileira de Ciências Agrárias 2012, 7

Author: Érica de O. Araújo

Source: http://www.redalyc.org/


Teaser



Revista Brasileira de Ciências Agrárias ISSN: 1981-1160 editorgeral@agraria.pro.br Universidade Federal Rural de Pernambuco Brasil Araújo, Érica de O.; da Silva, Marcos A.
C. Interação boro e zinco no crescimento, desenvolvimento e nutrição do algodoeiro Revista Brasileira de Ciências Agrárias, vol.
7, 2012, pp.
720-727 Universidade Federal Rural de Pernambuco Pernambuco, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=119025455003 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto AGRÁRIA Revista Brasileira de Ciências Agrárias ISSN (on line) 1981-0997 v.7, suplemento, p.720-727, 2012 Recife, PE, UFRPE.
www.agraria.ufrpe.br DOI:10.5039-agraria.v7isa1848 Protocolo 1848 - 27-09-2011 • Aprovado em 14-07-2012 Érica de O.
Araújo1 Marcos A.
C.
da Silva2 Interação boro e zinco no crescimento, desenvolvimento e nutrição do algodoeiro RESUMO O presente trabalho propõe avaliar o efeito das concentrações de boro, zinco e a interação entre os nutrientes sobre o crescimento, desenvolvimento e nutrição do algodoeiro em cultivo hidropônico.
O delineamento experimental utilizado foi o inteiramente casualizado com três repetições, em esquema fatorial 4x5, sendo quatro concentrações de boro (0, 20, 40 e 80 µM L-1) e cinco concentrações de zinco (0, 1, 2, 4 e 8 µM L-1).
As plantas de algodão estudadas foram cultivadas em casa de vegetação, com solução nutritiva completa, por 28 dias, após os quais receberam solução nutritiva modificada de acordo com o tratamento.
Aos 115 dias após emergência as plantas foram coletadas e separadas em raiz, parte aérea e frutos e só então submetidas à análise química.
Os resultados permitiram concluir que a altura, o diâmetro caulinar, o número de...





Related documents