Editorial Report as inadecuate




Editorial - Download this document for free, or read online. Document in PDF available to download.

Revista Universo Contábil 2005, 1 (3)

Author: Ilse Maria Beuren

Source: http://www.redalyc.org/


Teaser



Revista Universo Contábil ISSN: 1809-3337 universocontabil@furb.br Universidade Regional de Blumenau Brasil Beuren, Ilse Maria Editorial Revista Universo Contábil, vol.
1, núm.
3, septiembre-diciembre, 2005 Universidade Regional de Blumenau Blumenau, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=117016151001 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto REVISTA UNIVERSO CONTÁBIL Editorial ___________________________________________________________________________ A Revista Universo Contábil, publicação eletrônica quadrimestral, sob a responsabilidade do Programa de Pós-Graduação em Ciências Contábeis (PPGCC) da Universidade Regional de Blumenau (FURB), apresenta o 3º número do volume 1, ano 2005. Completa assim um ano de existência, buscando disseminar e fomentar o conhecimento na área de Contabilidade.
Esta edição segue a estrutura dos números anteriores, compondo-se de: seção nacional, com cinco artigos de autores de instituições nacionais; seção internacional, com um artigo de autores de instituição internacional; e divulgação de trabalho, com um trabalho submetido por autores de instituições internacionais em evento internacional. Na seção nacional, o primeiro artigo, intitulado “Teoria das restrições versus outros métodos de custeio: uma questão de curto ou de longo prazo”, mostra, através de uma ilustração numérica, que a Teoria das Restrições (TOC) e o Custeio Baseado em Atividades (ABC), embora opostos em seus fundamentos básicos, podem se conciliar em estudos de integração, tomando como referência um grupo de autores (CAMPBELL,1992; MAcARTHUR, 1993; HOLMEN, 1995; FRITZSCH, 1997) que defende que a diferença entre essas duas metodologias é uma questã...





Related documents