Influência da organização do trabalho sobre a prevalência de transtornos mentais comuns dos agentes comunitários de saúde de belo horizonte Report as inadecuate




Influência da organização do trabalho sobre a prevalência de transtornos mentais comuns dos agentes comunitários de saúde de belo horizonte - Download this document for free, or read online. Document in PDF available to download.

Ada Ávila Assunção ;Revista Brasileira de Saúde Ocupacional 2016, 41

Author: Marcus Alessandro de Alcântara

Source: http://www.redalyc.org/


Teaser



Revista Brasileira de Saúde Ocupacional ISSN: 0303-7657 rbso@fundacentro.gov.br Fundação Jorge Duprat Figueiredo de Segurança e Medicina do Trabalho Brasil de Alcântara, Marcus Alessandro; Ávila Assunção, Ada Influência da organização do trabalho sobre a prevalência de transtornos mentais comuns dos agentes comunitários de saúde de Belo Horizonte Revista Brasileira de Saúde Ocupacional, vol.
41, 2016, pp.
1-11 Fundação Jorge Duprat Figueiredo de Segurança e Medicina do Trabalho São Paulo, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=100549989004 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto RBSO Revista Brasileira de Saúde Ocupacional ISSN: 2317-6369 (online) http:--dx.doi.org-10.1590-2317-6369000106014 1 Marcus Alessandro de Alcântara a Ada Ávila Assunção b Artigo Influência da organização do trabalho sobre a prevalência de transtornos mentais comuns dos agentes comunitários de saúde de Belo Horizonte Influence of work organization on the prevalence of common mental disorders among community health workers in the city of Belo Horizonte, Brazil a b Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri, Departamento de Fisioterapia.
Pós-Graduação em Reabilitação e Desempenho Funcional. Diamantina, MG, Brasil. Universidade Federal de Minas Gerais, Departamento de Medicina Preventiva e Social.
Belo Horizonte, MG, Brasil. Contato: Marcus Alessandro de Alcântara E-mail: marcus.alcantara@ufvjm.edu.br Estudo financiado pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (FAPEMIG – APQ-03641-12) Os autores declaram não haver conflitos de interesses. O trabalho não se baseia em tese ou dissertação e não foi apresentado em reunião científica. Recebi...





Related documents