Regulação funcional da obesidade Report as inadecuate




Regulação funcional da obesidade - Download this document for free, or read online. Document in PDF available to download.

Valéria Cristina Provenza Paschoal ;ConScientiae Saúde 2007, 6 (1)

Author: Andréia Naves

Source: http://www.redalyc.org/


Teaser



ConScientiae Saúde ISSN: 1677-1028 conscientiaesaude@uninove.br Universidade Nove de Julho Brasil Naves, Andréia; Provenza Paschoal, Valéria Cristina Regulação funcional da obesidade ConScientiae Saúde, vol.
6, núm.
1, 2007, pp.
189-199 Universidade Nove de Julho São Paulo, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=92960122 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto Regulação funcional da obesidade Andréia Naves VP Online.
São Paulo – SP [Brasil] Valéria Cristina Provenza Paschoal VP Online.
São Paulo – SP [Brasil] valeria.paschoal@vponline.com.br Editorial Ponto de vista Artigos Instruções para os autores A obesidade, doença crônica não-transmissível, é prioritariamente causada por alterações nutricionais e no gasto energético, que desencadeiam desequilíbrios funcionais responsáveis pelo aumento do acúmulo de tecido adiposo (visceral e-ou subcutâneo) ou até mesmo pela resistência à sua perda.
O conhecimento desses desequilíbrios funcionais e da fisiopatologia da doença contribui para o tratamento eficaz da obesidade. Palavras-chave: Insulina.
Leptina.
Obesidade. Ômega-3.
Serotonina. ConScientiae Saúde, São Paulo, v.
6, n.
1, p.
189-199, 2007. 189 1 Introdução Atualmente, a obesidade é um dos maiores problemas de saúde pública e uma das doenças crônicas não-transmissíveis que, epidemiologicamente, mais crescem em todo o mundo. Bouchard (2000), em seus estudos, demonstra que diversos países estão passando pela “ocidentalização” dos hábitos de vida, que inclui aumento da ingestão alimentar de lipídios saturados, açúcares e alimentos refinados, decorrente de hábitos inadequados, e diminuição do gasto energético diário, devido à a...





Related documents