Controle de plantas daninhas na cultura de soja resistente ao glyphosate Report as inadecuate




Controle de plantas daninhas na cultura de soja resistente ao glyphosate - Download this document for free, or read online. Document in PDF available to download.

JULIO CEZAR DURIGAN ;Bragantia 2010, 69 2

Author: NÚBIA MARIA CORREIA

Source: http://www.redalyc.org/


Teaser



Bragantia ISSN: 0006-8705 editor@iac.sp.gov.br Instituto Agronômico de Campinas Brasil CORREIA, NÚBIA MARIA; CEZAR DURIGAN, JULIO CONTROLE DE PLANTAS DANINHAS NA CULTURA DE SOJA RESISTENTE AO GLYPHOSATE Bragantia, vol.
69, núm.
2, 2010, pp.
319-327 Instituto Agronômico de Campinas Campinas, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=90815731009 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto Controle de plantas daninhas na cultura de soja resistente ao glyphosate 319 CONTROLE DE PLANTAS DANINHAS NA CULTURA DE SOJA RESISTENTE AO GLYPHOSATE ( 1 ) NÚBIA MARIA CORREIA (2*); JULIO CEZAR DURIGAN (2) RESUMO O objetivo da pesquisa foi avaliar o controle de plantas daninhas em área cultivada com soja resistente ao herbicida glyphosate, sem a utilização de práticas complementares de manejo de plantas daninhas.
Foram desenvolvidos experimentos, em condições de campo, nos anos agrícolas 2005-2006 e 2006-2007 em Jaboticabal (SP).
Foram avaliadas duas cultivares de soja resistentes ao glyphosate (CD 214 RR e M-SOY 8008 RR), oito tratamentos de herbicidas (glyphosate, em aplicação única, nas doses de 0,48; 0,72; 0,96 e 1,20 kg ha-1 de equivalente ácido, associadas ou não a aplicação sequencial na dose de 0,48 kg ha-1), além de duas testemunhas, uma capinada e outra mantida infestada.
As cultivares de soja influenciaram na infestação das espécies de plantas daninhas na área.
Sem a aplicação de glyphosate, houve o predomínio de X.
strumarium na área, desfavorecendo a ocorrência de outras espécies.
Quando utilizado glyphosate, independentemente da dose, a infestação contabilizada aos 35 e 40 dias após a primeira aplicação, no primeiro e segundo ano, respectivamente, foi baixa.
O controle d...





Related documents