Manejo integrado de plantas daninhas na cultura do milho Report as inadecuate




Manejo integrado de plantas daninhas na cultura do milho - Download this document for free, or read online. Document in PDF available to download.

MICHELANGELO MUZELL TREZZI ; CLENIO DEBASTIANI ;Bragantia 2010, 69 2

Author: ANDERSON LUIS NUNES

Source: http://www.redalyc.org/


Teaser



Bragantia ISSN: 0006-8705 editor@iac.sp.gov.br Instituto Agronômico de Campinas Brasil LUIS NUNES, ANDERSON; MUZELL TREZZI, MICHELANGELO; DEBASTIANI, CLENIO MANEJO INTEGRADO DE PLANTAS DANINHAS NA CULTURA DO MILHO Bragantia, vol.
69, núm.
2, 2010, pp.
299-304 Instituto Agronômico de Campinas Campinas, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=90815731006 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto Manejo integrado de plantas daninhas na cultura do milho 299 FITOTECNIA MANEJO INTEGRADO DE PLANTAS DANINHAS NA CULTURA DO MILHO ( 1 ) ANDERSON LUIS NUNES (2); MICHELANGELO MUZELL TREZZI (3*); CLENIO DEBASTIANI (4) RESUMO Estratégia de manejo de plantas daninhas pode ser realizada de forma integrada com o método químico na redução da utilização de herbicidas na cultura do milho.
O objetivo deste trabalho é avaliar o efeito do manejo integrado do espaçamento entre linhas, ou de híbridos de milho com características morfológicas distintas e redução dos níveis de herbicidas, para controlar plantas daninhas na cultura do milho.
O experimento foi instalado em delineamento de blocos ao acaso, com quatro repetições, arranjado em um fatorial 2 x 2 x 5, em que: o primeiro fator foram os híbridos Penta (superprecoce, com folhas mais planas) e Flash (superprecoce com folhas mais eretas); o segundo fator foram os espaçamentos entre linhas de milho (0,45 e 0,9 m) e o terceiro fator os níveis de manejo de plantas daninhas (capinado, sem capina e atrazine foramsulfurom iodosulfuron nas doses de 3000 45 3, 2250 33,8 2,3 e 1500 22,5 1,5 g ha-1 i.a.).
Foram avaliados a altura e o ângulo foliar vertical das plantas, o número de plantas daninhas e a matéria seca de plantas daninhas por área.
O â...





Related documents