Simulações de razões ótimas de hedge para a uva exportada brasileira Report as inadecuate




Simulações de razões ótimas de hedge para a uva exportada brasileira - Download this document for free, or read online. Document in PDF available to download.

Joséte Florencio dos Santos ;Organizações Rurais & Agroindustriais 2015, 17 1

Author: Abdinardo Moreira Barreto Oliveira

Source: http://www.redalyc.org/


Teaser



Organizações Rurais & Agroindustriais ISSN: 1517-3879 fic@unaes.com.br Universidade Federal de Lavras Brasil Moreira Barreto Oliveira, Abdinardo; dos Santos, Joséte Florencio SIMULAÇÕES DE RAZÕES ÓTIMAS DE HEDGE PARA A UVA EXPORTADA BRASILEIRA Organizações Rurais & Agroindustriais, vol.
17, núm.
1, enero-marzo, 2015, pp.
101-118 Universidade Federal de Lavras Minas Gerais, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=87838281009 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto de razões ótimas.DE HEDGE PARA SIMULAÇÕES DESimulações RAZÕES ÓTIMAS A UVA EXPORTADA BRASILEIRA 101 Simulations of Optimal Hedge Ratios for the Brazilian Exported Grape RESUMO Num estudo exploratório anterior, Ferreira e Sampaio (2009) encontraram uma predisposição dos fruticultores para a implantação de um mercado de futuros para a uva e a manga exportada brasileira.
Entretanto, uma das limitações desse estudo foi a ausência das razões de hedge que melhor atendessem às demandas daqueles fruticultores envolvidos.
Objetivou-se neste artigo identificar, por simulação, as razões ótimas de hedge que seriam efetivas na diminuição do risco de preço da uva exportada brasileira, via mercado de futuros.
Coletaram-se 300 preços médios mensais US$ FOB-kg entre 1989 e 2013 no site AliceWeb2.
Utilizou-se o modelo de previsão ARIMA para simular os preços futuros.
Construíram-se 48 cenários para cada abordagem de hedging empregada no estudo: Variância Mínima e Média-Variância.
Identificou-se que os contratos futuros, com vencimento de 03 e 06 meses apresentaram, as melhores médias na efetividade do hedge (26% e 20%, respectivamente), com razões ótimas de hedge de 91,6% e 66,4%, em posições vendidas.
Es...





Related documents