Opinião de idosos institucionalizados sobre a vivência em instituição de longa permanência Report as inadecuate




Opinião de idosos institucionalizados sobre a vivência em instituição de longa permanência - Download this document for free, or read online. Document in PDF available to download.

Suzana Helena Arone do Nascimento ; Jurema Ribeiro Luiz Gonçalves ; Amanda Ribeiro Gonçalves ; Pollyana Cristina dos Santos Ferreira ; Álvaro da Silva Santos ;Saúde Coletiva 2013, 10 60

Author: Elaine Cristina dos Santos

Source: http://www.redalyc.org/


Teaser



Saúde Coletiva ISSN: 1806-3365 editorial@saudecoletiva.com.br Editorial Bolina Brasil Cristina dos Santos, Elaine; Arone do Nascimento, Suzana Helena; Ribeiro Luiz Gonçalves, Jurema; Ribeiro Gonçalves, Amanda; dos Santos Ferreira, Pollyana Cristina; da Silva Santos, Álvaro Opinião de idosos institucionalizados sobre a vivência em instituição de longa permanência Saúde Coletiva, vol.
10, núm.
60, 2013, pp.
25-31 Editorial Bolina São Paulo, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=84228212005 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto Saúde do Idoso Santos EC, Nascimento SHA, Gonçalves JRL, Gonçalves AR, Ferreira PCS, Santos AS.
Opinião de idosos institucionalizados sobre a vivência em instituição de longa permanência Opinião de idosos institucionalizados sobre a vivência em instituição de longa permanência Objetivou-se conhecer o perfil dos idosos residentes em uma instituição de longa permanência e sua opinião sobre esta vivência.
Realizou-se levantamento de dados secundários em prontuários, os quais foram registrados em um questionário estruturado.
Selecionou-se uma amostra por conveniência de cinco idosos para a entrevista gravada em MP4.
Entre os 141 idosos houve predomínio do sexo feminino, com média de idade de 77,5 anos, solteiros-divorciados, sem filhos e que se encontravam institucionalizados por vontade dos familiares.
Identificaram-se categorias a partir dos relatos, da qual emergem sentimentos como: insatisfação e solidão.
É possível que o distanciamento progressivo entre o idoso institucionalizado e sua família possa contribuir para o aparecimento de alterações emocionais. Descritores: Idoso; Institucionalização; Emoções; Enfermagem geriátri...





Related documents