Escolhas estratégicas e estilo cognitivo: um estudo com pequenas empresas Report as inadecuate




Escolhas estratégicas e estilo cognitivo: um estudo com pequenas empresas - Download this document for free, or read online. Document in PDF available to download.

RACRevista de Administração Contemporânea 1998, 2 1

Author: Fernando Antonio Prado Gimenez 15032

Source: http://www.redalyc.org/


Teaser



RAC - Revista de Administração Contemporânea ISSN: 1415-6555 rac@anpad.org.br Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Administração Brasil Prado Gimenez, Fernando Antonio Escolhas estratégicas e estilo cognitivo: um estudo com pequenas empresas RAC - Revista de Administração Contemporânea, vol.
2, núm.
1, enero-abril, 1998, pp.
27-45 Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Administração Rio de Janeiro, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=84013649003 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto Escolhas Estratégicas e Estilo Cognitivo: um Estudo com Pequenas Empresas Fernando Antonio Prado Gimenez RESUMO Este estudo objetivou descrever as estruturas cognitivas adotadas por dirigentes de pequenas empresas na administração estratégica de seus negócios.
A influência dos estilos cognitivos dos dirigentes sobre suas decisões estratégicas foi analisada, bem como o papel da turbulência ambiental na escolha de estratégias.
Uma análise cuidadosa dos modelos de Miles e Snow (1978) e Kirton (1976) sugeriu que a estratégia prospectora pode ser preferida por indivíduos cujas características psicológicas indiquem uma preferência por inovação.
Por outro lado, a estratégia defensiva parece ser mais atraente a indivíduos que prefiram um estilo adaptativo de solução de problemas.
O método de pesquisa envolveu um conjunto de dezenove entrevistas com dirigentes de pequenas empresas em dois tipos de ambientes: um altamente competitivo e dinâmico, em termos de tecnologia, e outro um pouco menos turbulento.
Uma amostra adicional de 14 empreendedores permitiu explorar com mais detalhes a relação entre estilos cognitivos, turbulência ambiental e escolhas e...





Related documents