Relações raciais e estudos organizacionais no brasil Report as inadecuate




Relações raciais e estudos organizacionais no brasil - Download this document for free, or read online. Document in PDF available to download.

RACRevista de Administração Contemporânea 2014, 18 3

Author: Alexandre Reis Rosa

Source: http://www.redalyc.org/


Teaser



RAC - Revista de Administração Contemporânea ISSN: 1415-6555 rac@anpad.org.br Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Administração Brasil Reis Rosa, Alexandre Relações Raciais e Estudos Organizacionais no Brasil RAC - Revista de Administração Contemporânea, vol.
18, núm.
3, mayo-junio, 2014, pp.
240-260 Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Administração Rio de Janeiro, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=84030550002 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto Disponível em http:--www.anpad.org.br-rac RAC, Rio de Janeiro, v.
18, n.
3, art.
1, pp.
240-260, Maio-Jun.
2014 doi: http:--dx.doi.org-10.1590-1982-7849rac20141085 Relações Raciais e Estudos Organizacionais no Brasil Race Relations and Organizational Studies in Brazil Alexandre Reis Rosa E-mail: alexandre.r.rosa@ufes.br Universidade Federal do Espírito Santo – UFES Av.
Fernando Ferrari, 514, Goiabeiras, 29075-910, Vitória, ES, Brasil. Artigo recebido em 18.09.2012.
Última versão recebida em 16.03.2014.
Aprovado em 24.03.2014. Relações Raciais e Estudos Organizacionais no Brasil 241 Resumo O presente ensaio teórico discute o tema das relações raciais no Brasil e explora suas interfaces com os estudos sobre gestão da diversidade nas organizações.
Para tanto, busca problematizar a apropriação que a referida área de estudos tem feito dos trabalhos norte-americanos, colocando em segundo plano – ou até mesmo ignorando – os estudos sobre relações raciais desenvolvidos pela antropologia e pela sociologia brasileiras.
Essa problematização nos ajuda a perceber que os estudos organizacionais no Brasil têm se colocado de maneira deslocada nesse debate, seja pela suposiçã...





Related documents