Políticas públicas, estado e sociedade Report as inadecuate




Políticas públicas, estado e sociedade - Download this document for free, or read online. Document in PDF available to download.

CivitasRevista de Ciências Sociais 2005, 5 1

Author: Hermílio Santos

Source: http://www.redalyc.org/


Teaser



Civitas - Revista de Ciências Sociais ISSN: 1519-6089 civitas@pucrs.br Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul Brasil Santos, Hermílio Políticas públicas, Estado e sociedade Civitas - Revista de Ciências Sociais, vol.
5, núm.
1, janeiro-junho, 2005, pp.
5-9 Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul Porto Alegre, Brasil Disponible en: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=74250101 Cómo citar el artículo Número completo Más información del artículo Página de la revista en redalyc.org Sistema de Información Científica Red de Revistas Científicas de América Latina, el Caribe, España y Portugal Proyecto académico sin fines de lucro, desarrollado bajo la iniciativa de acceso abierto Apresentação Políticas públicas, Estado e sociedade As políticas públicas constituem um dos principais resultados da ação do Estado.
Contudo, algumas questões se impõem: por um lado, devemos nos perguntar se o Estado possui a legitimidade necessária para produzir efeitos no processo de políticas públicas.
Com um mundo cada vez mais globalizado economicamente, o que significa dizer com atores institucionais do mercado cada vez mais potentes politicamente, e com uma sociedade civil que se diversifica tanto na sua agenda quanto na quantidade de atores relevantes, é previsível que esse cenário represente algum desafio adicional às tarefas estatais relacionadas à formulação e implementação de políticas. Por outro lado, relacionado a esse contexto, aumenta o interesse em saber como se dá a relação entre os agentes estatais e demais atores nãoestatais, seja do mercado, seja da sociedade civil, na produção dessas políticas.
Assistimos, nas últimas décadas, em praticamente todas as democracias contemporâneas, a um processo relativamente rápido de transferência de ativos controlados pelo Estado para as mãos dos agentes do mercado.
Essa realidade deixou ainda mais evidente o fato de a autoridade separar-se instit...





Related documents