Reseñas -política educacional e discursos pedagógicos- de carlos bauer, celso carvalho, josé rubens lima jardilino e miguel russo Report as inadecuate




Reseñas -política educacional e discursos pedagógicos- de carlos bauer, celso carvalho, josé rubens lima jardilino e miguel russo - Download this document for free, or read online. Document in PDF available to download.

EccoS Revista Científica 2008, 10 2

Author: Jorge Luis Cammarano González

Source: http://www.redalyc.org/


Teaser



EccoS Revista Científica ISSN: 1517-1949 eccos@uninove.br Universidade Nove de Julho Brasil Cammarano González, Jorge Luis Reseñas -Política educacional e discursos pedagógicos- de Carlos Bauer, Celso Carvalho, José Rubens Lima Jardilino e Miguel Russo EccoS Revista Científica, vol.
10, núm.
2, julio-diciembre, 2008, pp.
555-561 Universidade Nove de Julho São Paulo, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=71511645014 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto Política educacional e discursos pedagógicos, de Carlos Bauer, Celso Carvalho, José Rubens Lima Jardilino e Miguel Russo Brasília, DF: Liber Livros, 2007. Jorge Luis Cammarano González Derivamos dessa epígrafe o reconhecimento de que a realidade em curso sinaliza com uma multiplicidade de situações críticas fomentadoras da indistinção e da opacidade, engendrando um aspecto merecedor de uma certeza extraída do suposto da impossibilidade de conceder quaisquer indícios de veracidade ao mundo, em sua forma fenomênica.
Essa certeza requer a busca de sua apropriação por meio da práxis em suas múltiplas determinações criadoras do imprevisível e do incontrolável, mas também desafiadora dos supostos e das práticas sociais tendencial e predominantemente alinhadas ao campo das incertezas. Entretanto, a sedução pela incerteza não nos desvencilha da busca pela permanência, talvez cúmplice da invenção registrada por Guimarães Rosa ao escrever A terceira margem do rio.
Permanecer e querer navegar na incerteza nos move na direção do enfrentamento dessa força estranha, criadora de exclusões, de desigualdades e da mercantilização da vida em suas múltiplas dimensões.
Força estranha nomeada nesse percurso de capital...





Related documents