Sustentabilidade econômica das áreas protegidas no brasil: lacunas institucionais para a consolidação de alternativas Report as inadecuate




Sustentabilidade econômica das áreas protegidas no brasil: lacunas institucionais para a consolidação de alternativas - Download this document for free, or read online. Document in PDF available to download.

Revista Opera 2009, 9

Author: Ana Lucia Camphora

Source: http://www.redalyc.org/


Teaser



Revista Opera ISSN: 1657-8651 opera@uexternado.edu.co Universidad Externado de Colombia Colombia Camphora, Ana Lucia Sustentabilidade econômica das áreas protegidas no brasil: lacunas institucionais para a consolidação de alternativas Revista Opera, núm.
9, 2009, pp.
155-171 Universidad Externado de Colombia Bogotá, Colombia Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=67515007010 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto OPERA, No 9 155 Sustentabilidade econômica das áreas protegidas no brasil: lacunas institucionais para a consolidação de alternativas Ana Lucia Camphora* A formulação de modelos e planos de financiamento para a gestão das áreas protegidas considera distintas fontes orçamentárias e não orçamentárias.
Isso porque benefícios disponibilizados por ecossistemas protegidos agregam atributos variáveis, abrangentes e economicamente significativos.
O valor econômico atribuído à conservação da biodiversidade reflete benefícios diretos e indiretos, apropriados nos níveis local, nacional e internacional.
Conserva-se tanto para assegurar investimentos futuros em biotecnologia, como para garantir às atuais e futuras gerações o acesso a valores culturais e espirituais associados à natureza. Entende-se que parte da responsabilidade por sua conservação constitui compromisso internacional, conforme estabelecido no Artigo 20° da Convenção da Diversidade Biológica (MMA, 2000). O destaque ao componente econômico trouxe necessária renovação ao debate sobre a efetividade das metas de política de conservação da biodiversidade nas agendas nacionais. Bruner et al.
(2003) estimaram a necessidade de um investimento anual de cerca de 23 bilhões de dólares, durante 10 anos, c...





Related documents