Democracia cosmopolita versus política internacional Report as inadecuate




Democracia cosmopolita versus política internacional - Download this document for free, or read online. Document in PDF available to download.

Ana Paula Baltasar Tostes ;Lua Nova 2006, 66

Author: Rafael Duarte Villa

Source: http://www.redalyc.org/


Teaser



Lua Nova ISSN: 0102-6445 luanova@cedec.org.br Centro de Estudos de Cultura Contemporânea Brasil Duarte Villa, Rafael; Baltasar Tostes, Ana Paula Democracia cosmopolita versus política internacional Lua Nova, núm.
66, 2006, pp.
69-107 Centro de Estudos de Cultura Contemporânea São Paulo, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=67306604 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto DEMOCRACIA COSMOPOLITA VERSUS POLÍTICA INTERNACIONAL Rafael Duarte Villa Ana Paula Baltasar Tostes Desde a publicação da Paz Perpétua de Kant, em 1795, um tema recorrente tem sido o da democratização do sistema internacional.
Mas o que isso significa realmente? É possível deduzir o funcionamento do sistema de Estados de princípios e práticas próprias das democracias nos Estados nacionais? Face ao fenômeno da globalização, colocam-se outras questões: qual é o locus territorial apropriado para a idéia de democracia como prática transnacional? Nos últimos 20 anos houve uma forte retomada dos enfoques que discutem as relações entre democracia e sistema internacional.
Em uma primeira linha de argumentações podemos destacar os neo-idealistas, que têm retomado as teses da paz democrática em bases históricas contemporâneas – Michael Doyle (2000) tem-se transformado numa referência importante nessa linha de pesquisa.
Uma segunda proposição, que oscila entre uma visão normativa e o comprometimento com um projeto de hegemonia global estadunidense, tem declarado o fim das ideologias, tendo a globalização da idéia democrática como ponto final das doutrinas políticas (Fukuyama, 1989).
Finalmente, uma terceira linha de argumentações tem enfatizado as bases transnacionais da democracia nos Lua Nov...





Related documents