Incidência de tuberculose e taxa de cura, brasil, 2000 a 2004 Report as inadecuate




Incidência de tuberculose e taxa de cura, brasil, 2000 a 2004 - Download this document for free, or read online. Document in PDF available to download.

Adriana Bacelar Ferreira Gomes ; Elza Ferreira Noronha ; Maria de Fátima Marinho de Souza ;Revista de Saúde Pública 2007, 41 1

Author: Ana Luiza Bierrenbach

Source: http://www.redalyc.org/


Teaser



Revista de Saúde Pública ISSN: 0034-8910 revsp@usp.br Universidade de São Paulo Brasil Bierrenbach, Ana Luiza; Bacelar Ferreira Gomes, Adriana; Ferreira Noronha, Elza; Marinho de Souza, Maria de Fátima Incidência de tuberculose e taxa de cura, Brasil, 2000 a 2004 Revista de Saúde Pública, vol.
41, núm.
1, septiembre, 2007, pp.
24-33 Universidade de São Paulo São Paulo, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=67240164005 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto Rev Saúde Pública 2007;41(Supl.
1):24-33 Ana Luiza BierrenbachI Adriana Bacelar Ferreira GomesI Incidência de tuberculose e taxa de cura, Brasil, 2000 a 2004 Elza Ferreira NoronhaII Maria de Fátima Marinho de SouzaI Tuberculosis incidence and cure rates, Brazil, 2000-2004 RESUMO OBJETIVO: Descrever a distribuição geográfica da incidência de tuberculose, a partir de um conjunto de indicadores epidemiológicos e operacionais de dados de notificação oficial. MÉTODOS: Dados sobre incidência de tuberculose foram coletados no Sistema de Informação de Agravos de Notificação, após processo de pareamento e depuração de registros repetidos.
As taxas de incidência de tuberculose foram calculadas segundo unidade geográfica, grupo etário, sexo, forma clínica e regime de tratamento, e padronizadas para a distribuição etária da população com base no Censo de 2000. RESULTADOS: Em 2004, o Brasil apresentou taxa de incidência de 41-100.000 habitantes, com 74.540 casos novos notificados.
Desses, 52,8% eram casos pulmonares com baciloscopia positiva, 24,1% estavam em tratamento supervisionado, 63,5% eram provenientes de capitais ou das regiões metropolitanas e 54,9% eram casos curados.
Excluindo-se os registros sem pree...





Related documents