Minayo mcs, constantino p, organizadoras. deserdados sociais: condições de vida e saúde dos presos do estado do rio de janeiro. rio de janeiro: ed. fiocruz; 2015. Report as inadecuate




Minayo mcs, constantino p, organizadoras. deserdados sociais: condições de vida e saúde dos presos do estado do rio de janeiro. rio de janeiro: ed. fiocruz; 2015. - Download this document for free, or read online. Document in PDF available to download.

Ciência & Saúde Coletiva 2016, 21 7

Author: Reni Barsaglini

Source: http://www.redalyc.org/


Teaser



Ciência & Saúde Coletiva ISSN: 1413-8123 cecilia@claves.fiocruz.br Associação Brasileira de Pós-Graduação em Saúde Coletiva Brasil Barsaglini, Reni Minayo MCS, Constantino P, organizadoras.
Deserdados sociais: condições de vida e saúde dos presos do estado do Rio de Janeiro.
Rio de Janeiro: Ed.
Fiocruz; 2015. Ciência & Saúde Coletiva, vol.
21, núm.
7, julio, 2016, pp.
2315-2316 Associação Brasileira de Pós-Graduação em Saúde Coletiva Rio de Janeiro, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=63046188032 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto DOI: 10.1590-1413-81232015217.02202016 Reni Barsaglini 1 Instituto de Saúde Coletiva, Universidade Federal de Mato Grosso.
Cuiabá MT Brasil. 1 O tema da saúde no sistema prisional começa a despontar como preocupação dos pesquisadores no campo da Saúde Coletiva, mostrando o reconhecimento da diversidade, contrastando nestes tempos de fragilidade democrática, com retrocessos nas conquistas sociais, inclusive sanitárias, no Brasil.
Assim é que a obra organizada por Maria Cecília de Souza Minayo e Patrícia Constantino é bem-vinda, suprindo lacuna de publicações e proporcionando visibilidade às condições de vida e saúde da população privada de liberdade. Trata-se de leitura que proporciona substancial introdução ao tema, fruto de pesquisa desenvolvida pelo Departamento de Estudos de Violência e Saúde Jorge Carelli (Claves) em parceria com o Departamento de Direito em Saúde (DIS), ambos da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), e o Ministério Público do Rio de Janeiro, cujo trabalho conjunto se mostra a partir da organização da coletânea composta de cinco capítulos e as conclusões, mas sem distinção da autoria. Os cap...





Related documents