Emergência de uma política, extinção de uma coordenação: sobre a gestão da saúde penitenciária no brasil Report as inadecuate




Emergência de uma política, extinção de uma coordenação: sobre a gestão da saúde penitenciária no brasil - Download this document for free, or read online. Document in PDF available to download.

Ciência & Saúde Coletiva 2016, 21 7

Author: Martinho Braga Batista e Silva

Source: http://www.redalyc.org/


Teaser



Ciência & Saúde Coletiva ISSN: 1413-8123 cecilia@claves.fiocruz.br Associação Brasileira de Pós-Graduação em Saúde Coletiva Brasil Braga Batista e Silva, Martinho Emergência de uma política, extinção de uma coordenação: sobre a gestão da saúde penitenciária no Brasil Ciência & Saúde Coletiva, vol.
21, núm.
7, julio, 2016, pp.
2021-2030 Associação Brasileira de Pós-Graduação em Saúde Coletiva Rio de Janeiro, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=63046188004 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto DOI: 10.1590-1413-81232015217.00162016 Emergence of a Policy, closure of a sector: regarding the management of penitentiary health care in Brazil Martinho Braga Batista e Silva 1 Abstract The aim of this study is to understand recent transformations in penitentiary health care management in Brazil, during the implementation of the National Policy for Comprehensive Health Care for People Deprived of Liberty in the Prison System, and the closure of the National Sector for Penitentiary Health Care.
The scientific problem investigated is the language of penitentiary health care policy.
The theoretical-methodological framework adopted is Pierre Bourdieu’s genetic structuralism.
In this manner, we carry out an analysis of documents and public statements in search of State categories and classifications.
We note the consolidation of a state classification that separates the ‘penitentiary’ domain from the ‘prison’ domain, as well as the creation of the State category of ‘person deprived of liberty in the prison system’.
Penitentiary health care management constitutes itself as a question of primary care. Key words Prison health care, Public policy, State, Prisons Institu...





Related documents