Ser mujer con ostomía: la percepción de la sexualidad Report as inadecuate




Ser mujer con ostomía: la percepción de la sexualidad - Download this document for free, or read online. Document in PDF available to download.

P. Peres Bitencourt ; A da R. Pizarro ; A. Pereira Madruga ; E. Silva de Castro ; VL. de Oliveira Gomes ;Enfermería Global 2012, 11 3

Author: G. Calcagno Gomes

Source: http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=365834796002_5


Teaser



Enfermería Global E-ISSN: 1695-6141 eglobal@um.es Universidad de Murcia España Calcagno Gomes, G.; Peres Bitencourt, P.; Pizarro, A da R.; Pereira Madruga, A.; Silva de Castro, E.; de Oliveira Gomes, VL. El papel de los síndromes culturales y los remedios tradicionales mexicanos en la promoción de salud de los niños Enfermería Global, vol.
11, núm.
3, julio, 2012, pp.
22-33 Universidad de Murcia Murcia, España Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=365834796002 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto CLÍNICA Ser mulher estomizada: percepções acerca da sexualidade Ser mujer con ostomía: la percepción de la sexualidad *Calcagno Gomes, G., **Peres Bitencourt, P.,**Pizarro, A da R., **Pereira Madruga, A., **Silva de Castro, E., *De Oliveira Gomes, VL. *Doutora em Enfermagem.
Docente.
E-mail: acgomes@mikrus.com.br **Acadêmicas da nona série.
Escola de Enfermagem da Universidade Federal do Rio Grande (FURG).
Brasil. Palavras-chave: estomia; sexualidade; enfermagem. Palabras clave: estomia; sexualidad; enfermería. Keywords: Ostomy; Sexuality; Nursing. RESUMO Trata-se de um estudo com abordagem qualitativa que objetivou conhecer como a estomização interfere na vivência da sexualidade de mulheres portadoras de estomia.
Realizou-se no primeiro semestre de 2010.
A população foi composta por dez mulheres portadoras de estomias, cadastradas em um Serviço de Estomaterapia de um Hospital do interior do Rio Grande do Sul, Brasil. A coleta de dados deu-se por entrevistas semiestruturadas realizadas no domicílio dessas mulheres.
A análise dos dados foi realizada pela técnica de Análise de Conteúdo gerando duas categorias: Dificuldades e mudanças ocorridas no viver após a cirurgia e Vivência...





Related documents