Vivência do sofrimento moral na enfermagem: percepção da enfermeira Report as inadecuate




Vivência do sofrimento moral na enfermagem: percepção da enfermeira - Download this document for free, or read online. Document in PDF available to download.

Valéria Lerch Lunardi ; Guilherme Lerch Lunardi ; Graziele de Lima Dalmolin ; Jamila Geri Tomaschewski ;Revista da Escola de Enfermagem da USP 2012, 46 3

Author: Edison Luiz Devos Barlem

Source: http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=361033317020


Teaser



Red de Revistas Científicas de América Latina, el Caribe, España y Portugal Sistema de Información Científica Devos Barlem, Edison Luiz; Lerch Lunardi, Valéria; Lerch Lunardi, Guilherme; de Lima Dalmolin, Graziele; Geri Tomaschewski, Jamila Vivência do sofrimento moral na enfermagem: percepção da enfermeira Revista da Escola de Enfermagem da USP, vol.
46, núm.
3, junio, 2012, pp.
681-688 Universidade de São Paulo São Paulo, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=361033317020 Revista da Escola de Enfermagem da USP, ISSN (Versão impressa): 0080-6234 reeusp@usp.br Universidade de São Paulo Brasil Como citar este artigo Número completo Mais informações do artigo Site da revista www.redalyc.org Projeto acadêmico não lucrativo, desenvolvido pela iniciativa Acesso Aberto The experience of moral distress in nursing: the nurses’ perception Artigo Original Vivência do sofrimento moral na enfermagem: percepção da enfermeira* Experiencia del sufrimiento moral en enfermería: percepción de la enfermera Edison Luiz Devos Barlem1, Valéria Lerch Lunardi2, Guilherme Lerch Lunardi3, Graziele de Lima Dalmolin4, Jamila Geri Tomaschewski5 resumo Abstract Resumen descritores descriptors descriptores Objetivando conhecer a percepção do sofrimento moral vivenciado, relacionando frequência e intensidade, realizou-se pesquisa Survey, utilizando escala Likert variando de 0 a 6 pontos, com 124 enfermeiras em hospitais do sul do Brasil, no ano de 2008.
Mediante questionário autoaplicável e análise fatorial, foram identificados e validados quatro constructos.
Os resultados finais foram obtidos através de três diferentes análises: 1) estatística descritiva; 2) análises de variância 3) regressão múltipla.
O constructo que apresentou maior intensidade de percepção de vivência do sofrimento moral foi a falta de competência na equipe de trabalho (4,55), seguido pela negação do papel da enfermeira como advogada do p...





Related documents