Um casal de idosos e sua longa convivência com quatro filhos esquizofrênicos Report as inadecuate




Um casal de idosos e sua longa convivência com quatro filhos esquizofrênicos - Download this document for free, or read online. Document in PDF available to download.

Antonia Regina Ferreira Furegato ;Revista da Escola de Enfermagem da USP 2012, 46 3

Author: Renata Marques de Oliveira

Source: http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=361033317012


Teaser



Red de Revistas Científicas de América Latina, el Caribe, España y Portugal Sistema de Información Científica Marques de Oliveira, Renata; Ferreira Furegato, Antonia Regina Um casal de idosos e sua longa convivência com quatro filhos esquizofrênicos Revista da Escola de Enfermagem da USP, vol.
46, núm.
3, junio, 2012, pp.
618-625 Universidade de São Paulo São Paulo, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=361033317012 Revista da Escola de Enfermagem da USP, ISSN (Versão impressa): 0080-6234 reeusp@usp.br Universidade de São Paulo Brasil Como citar este artigo Número completo Mais informações do artigo Site da revista www.redalyc.org Projeto acadêmico não lucrativo, desenvolvido pela iniciativa Acesso Aberto An elderly couple and their long life raising four schizophrenic children Artigo Original Um casal de idosos e sua longa convivência com quatro filhos esquizofrênicos Una pareja de ancianos y su larga convivencia con cuatro hijos esquizofrénicos Renata Marques de Oliveira1, Antonia Regina Ferreira Furegato2 resumo Abstract Resumen descritores descriptors descriptores Objetivou-se identificar, entre pais de esquizofrênicos, elementos de sua convivência diária com o transtorno e com o cuidado recebido através do sistema de saúde.
Pesquisa de campo na vertente história oral temática. Participou um casal, pais de quatro portadores de esquizofrenia.
Foram realizadas entrevistas, gravadas e transcritas, usando três instrumentos (dois questionários específicos e um diário de campo).
Identificaram-se três categorias que retratam dificuldades vivenciadas no cotidiano, entendimento da esquizofrenia com sentido de limitações, cansaço e sobrecarga com prejuízo da qualidade de vida, incerteza em relação ao futuro e resiliência fortalecida pela fé em Deus. A concepção de cuidado foi associada a procedimentos técnicos, mostrando satisfação com a atenção recebida.
Concluiu-se que o sofrimento...





Related documents