O aqui-e-agora na gestalt-terapia: um diálogo com a sociologia da contemporaneidade Report as inadecuate




O aqui-e-agora na gestalt-terapia: um diálogo com a sociologia da contemporaneidade - Download this document for free, or read online. Document in PDF available to download.

Revista da Abordagem Gestáltica: Phenomenological Studies 2011, XVII 1

Author: Giovana Reis Mesquita

Source: http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=357735615009


Teaser



Revista da Abordagem Gestáltica: Phenomenological Studies ISSN: 1809-6867 revista@itgt.com.br Instituto de Treinamento e Pesquisa em Gestalt Terapia de Goiânia Brasil Reis Mesquita, Giovana O Aqui-e-Agora na gestalt-terapia: um diálogo com a sociologia da contemporaneidade Revista da Abordagem Gestáltica: Phenomenological Studies, vol.
XVII, núm.
1, enero-junio, 2011, pp. 59-67 Instituto de Treinamento e Pesquisa em Gestalt Terapia de Goiânia Goiânia, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=357735615009 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto O Aqui-e-agora na Gestalt-Terapia: um Diálogo com a Sociologia da Contemporaneidade O Aqui-e-agora na Gestalt-Terapia: um Diálogo com a Sociologia da Contemporaneidade The Here and Now in Gestalt Therapy: a Dialogue with the Contemporary Sociology El Aquí y Ahora en la Terapia Gestalt: un Diálogo con la sociología contemporánea Giovana R eis Mesquita Resumo: Este trabalho explora, problematiza e discute, em uma perspectiva teórica, a relação do fundamento da Gestalt-terapia – o aqui-e-agora – com alguns estudos sociológicos, como os de Bauman, Giddens e Elias, sobre as condições psíquicas e concretas do homem contemporâneo.
Como ponto de partida, pressupõe-se que a forma como cada sociedade lida com o tempo é histórica e culturalmente determinada.
Sociólogos têm argumentado que a vida moderna colocou o sujeito em uma nova condição de tratamento com o tempo e, consequentemente, com seu funcionamento psíquico, onde existe um constante projetar-se para o futuro e para o passado.
A Gestalt-terapia, por sua vez, dá ênfase à tomada de consciência, favorecendo o contato autêntico consigo.
Observamos, portanto, uma tensão entre a...





Related documents