A sexualidade feminina pela perspectiva da gestalt-terapia: uma pesquisa qualitativa-fenomenológica Report as inadecuate




A sexualidade feminina pela perspectiva da gestalt-terapia: uma pesquisa qualitativa-fenomenológica - Download this document for free, or read online. Document in PDF available to download.

Celana Cardoso Andrade ;Revista da Abordagem Gestáltica: Phenomenological Studies 2011, XVII 1

Author: Cínthia Vieira Möller

Source: http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=357735615003


Teaser



Revista da Abordagem Gestáltica: Phenomenological Studies ISSN: 1809-6867 revista@itgt.com.br Instituto de Treinamento e Pesquisa em Gestalt Terapia de Goiânia Brasil Vieira Möller, Cínthia; Cardoso Andrade, Celana A sexualidade Feminina Pela Perspectiva da gestalt-terapia: uma Pesquisa QualitativaFenomenológica Revista da Abordagem Gestáltica: Phenomenological Studies, vol.
XVII, núm.
1, enero-junio, 2011, pp. 8-17 Instituto de Treinamento e Pesquisa em Gestalt Terapia de Goiânia Goiânia, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=357735615003 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto Cínthia V.
Möller & Celana C.
Andrade A Sexualidade Feminina pela Perspectiva da GestaltTerapia: uma Pesquisa Qualitativa-Fenomenológica Feminine Sexuality from Gestalt-Therapy Perspective: a Qualitative and Phenomenological Research Sexualidad Femenina desde la Perspectiva de la Terapia Gestalt: un Estudio Cualitativo, un Método Fenomenológico Cínthia Vieira Möller Celana Cardoso A ndrade Resumo: A sexualidade tem sido tema de recorrentes discussões em diversos meios, incluindo a psicologia.
Compreender como a mulher vivencia esse aspecto de sua vida, e como a psicoterapia na abordagem gestáltica pode influenciar sua experiência é o que se busca com esta pesquisa.
Para tanto, realizou-se uma pesquisa qualitativa com uso do método fenomenológico, segundo as formulações de Amedeo Giorgi (1985).
Foram feitas entrevistas semidirigidas com três mulheres, clientes de Gestalt-terapeutas.
Cinco categorias foram encontradas: desenvolvimento da sexualidade, vivência da sexualidade, contato, funções de contato, e terapia, sexualidade e desenvolvimento pessoal.
Conclui-se que o autoconhecimento por meio ...





Related documents