Desenvolvimento: razões e limites do discurso do banco mundial Report as inadecuate




Desenvolvimento: razões e limites do discurso do banco mundial - Download this document for free, or read online. Document in PDF available to download.

Caderno CRH 2006, 19 48

Author: Elsa Sousa Kraychete

Source: http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=347632170004


Teaser



Caderno CRH ISSN: 0103-4979 revcrh@ufba.br Universidade Federal da Bahia Brasil Sousa Kraychete, Elsa DESENVOLVIMENTO: razões e limites do discurso do Banco Mundial Caderno CRH, vol.
19, núm.
48, septiembre-diciembre, 2006, pp.
415-430 Universidade Federal da Bahia Salvador, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=347632170004 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto Elsa Sousa Kraychete DOSSIÊ DESENVOLVIMENTO: razões e limites do discurso do Banco Mundial INTRODUÇÃO A partir de meados da década de 1960, os índices que exibem o desempenho econômico das nações – comportamento do produto interno bruto, investimentos realizados, índice de ocupação da capacidade produtiva instalada e ocupação da mão-de-obra – passaram a apresentar, seguidamente, resultados que já indicavam a reversão da fase ascendente do ciclo iniciado no imediato pós-guerra.
Já não eram coincidentes o comportamento da produtividade, o crescimento econômico e a distribuição de rendas que sustentaram a idade de ouro do capitalismo nos países centrais.
As manifestações da crise, no entanto, tornam-se mais evidentes no decorrer dos anos 70, com a derrocada do padrão monetário internacional e as crises do petróleo. Os estrategistas de políticas econômicas, resistentes em aceitar que se configurava uma situação de crise, e buscando a reversão do comportamento da economia, remetem a ajustes no sistema de regulação, que, satisfatoriamente, cumpriram a missão até aquele momento.
A resposta imediata foi o ressurgimento da inflação, que reapareceu como ameaça até mesmo às moedas mais estáveis, redução das margens de lucro, desemprego e crise no balanço de pagamentos. Num primeiro momento, a...





Related documents