O equilíbrio de antagonismos e o niger sum: relações raciais em gilberto freyre e guerreiro ramos Report as inadecuate




O equilíbrio de antagonismos e o niger sum: relações raciais em gilberto freyre e guerreiro ramos - Download this document for free, or read online. Document in PDF available to download.

Sociedade e Estado 2008, 23 3

Author: Layla Daniele Pedreira de Carvalho

Source: http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=339930894025


Teaser



Sociedade e Estado ISSN: 0102-6992 revistasol@unb.br Universidade de Brasília Brasil Pedreira de Carvalho, Layla Daniele O equilíbrio de antagonismos e o niger sum: relações raciais em Gilberto Freyre e Guerreiro Ramos Sociedade e Estado, vol.
23, núm.
3, septiembre-diciembre, 2008, pp.
805-806 Universidade de Brasília Brasília, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=339930894025 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto Resumos das teses e dissertações apresentadas no PPG-SOL-UnB 805 O equilíbrio de antagonismos e o niger sum: relações raciais em Gilberto Freyre e Guerreiro Ramos Layla Daniele Pedreira de Carvalho Curso: Mestrado em Sociologia Data da defesa: 4 de julho de 2008 Orientadora: Profª.
Drª.
Mariza Veloso Motta Santos Resumo As relações raciais constituem categoria essencial para a construção da idéia de brasilidade.
Desde as primeiras discussões sobre o assunto, ainda no século XIX, os intelectuais brasileiros, informados pelas teorias “racialistas” européias, procuraram conciliar a construção da idéia de nação com a imensa massa de negros escravos e indígenas.
Por todo o século XX, essa categoria pautou os trabalhos produzidos pelas ciências sociais e, durante os primeiros anos do século XXI, tem ocupado importante espaço nas discussões realizadas sobre a identidade da população brasileira. Neste trabalho, tomamos dois momentos distintos do debate sobre as relações raciais no Brasil: primeiro, a leitura de Gilberto Freyre, produzida nos anos 1930, que enfatiza a mestiçagem como característica particular da sociedade formada pela colonização portuguesa, miscigenação que condiciona o equilíbrio de antagonismos entre os vários pólos das ...





Related documents