Escala de investimento corporal bis: evidências de sua validade fatorial e consistência interna Report as inadecuate




Escala de investimento corporal bis: evidências de sua validade fatorial e consistência interna - Download this document for free, or read online. Document in PDF available to download.

Carlos Antonio Santos ; Rildésia S. V. Gouveia ; Walberto S. Santos ; Sandra L. Pronk ;Avaliação Psicológica 2008, 7 1

Author: Valdiney V. Gouveia

Source: http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=335027183008


Teaser



Avaliação Psicológica ISSN: 1677-0471 revista@ibapnet.org.br Instituto Brasileiro de Avaliação Psicológica Brasil Gouveia, Valdiney V.; Santos, Carlos Antonio; Gouveia, Rildésia S.
V.; Santos, Walberto S.; Pronk, Sandra L. ESCALA DE INVESTIMENTO CORPORAL (BIS): EVIDÊNCIAS DE SUA VALIDADE FATORIAL E CONSISTÊNCIA INTERNA Avaliação Psicológica, vol.
7, núm.
1, abril, 2008, pp.
57-66 Instituto Brasileiro de Avaliação Psicológica Ribeirão Preto, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=335027183008 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto Avaliação Psicológica, 2008, 7(1), pp.
57-66 57 ESCALA DE INVESTIMENTO CORPORAL (BIS): EVIDÊNCIAS DE SUA 1 VALIDADE FATORIAL E CONSISTÊNCIA INTERNA Valdiney V.
Gouveia2 - Universidade Federal da Paraíba Carlos Antonio Santos - Universidade Federal da Paraíba Rildésia S.
V.
Gouveia - Universidade Federal da Paraíba Walberto S.
Santos - Universidade Federal da Paraíba Sandra L.
Pronk - Universidade Federal da Paraíba RESUMO O objetivo do presente estudo foi adaptar uma medida de investimento corporal em uma amostra do sexo feminino. Especificamente, buscou-se conhecer evidências de validade fatorial e consistência interna da Body Investment Scale (BIS).
Participaram da pesquisa 317 mulheres, estudantes da última série do ensino médio de escolas públicas da cidade de João Pessoa, PB.
Estas tinham idade média de 22,9 anos (DP = 6,87).
Elas responderam a versão em português da BIS e perguntas de natureza demográfica.
Através de uma análise de Componentes Principais (rotação varimax) foram identificados claramente três componentes que explicaram conjuntamente 36,3% da variância total, a saber: imagem corporal (α = 0,81; 6 itens)...





Related documents