Escola como agência de civilização: projetos formativos e práticas pedagógicas para a educação rural no brasil 1946-1964 Report as inadecuate




Escola como agência de civilização: projetos formativos e práticas pedagógicas para a educação rural no brasil 1946-1964 - Download this document for free, or read online. Document in PDF available to download.

Revista História da Educação 2014, 18 43

Author: Flávio Anício Andrade

Source: http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=321630678006


Teaser



Revista História da Educação ISSN: 1414-3518 rhe.asphe@gmail.com Associação Sul-Rio-Grandense de Pesquisadores em História da Educação Brasil Anício Andrade, Flávio ESCOLA COMO AGÊNCIA DE CIVILIZAÇÃO: PROJETOS FORMATIVOS E PRÁTICAS PEDAGÓGICAS PARA A EDUCAÇÃO RURAL NO BRASIL (1946-1964) Revista História da Educação, vol.
18, núm.
43, mayo-agosto, 2014, pp.
93-108 Associação Sul-Rio-Grandense de Pesquisadores em História da Educação Rio Grande do Sul, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=321630678006 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto 93 ESCOLA COMO AGÊNCIA DE CIVILIZAÇÃO: PROJETOS FORMATIVOS E PRÁTICAS PEDAGÓGICAS PARA A EDUCAÇÃO RURAL NO BRASIL (1946-1964) Flávio Anício Andrade Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, Brasil.  Resumo No presente estudo se propõe uma análise acerca da escola rural no Brasil, no contexto do projeto de expansão dos valores ligados ao espaço urbano e ao concomitante processo de industrialização que se aprofunda na segunda metade do século 20.
Para os que pensavam as políticas educacionais do Estado brasileiro, a escola primária rural deveria tornar-se um centro de irradiação dos novos valores do industrialismo, ao incorporar e refletir ela mesma tais valores.
O contexto histórico em que ocorre tal processo encontra-se marcado pela transformação do Estado em agente promotor de uma nova configuração econômica, política e social no Brasil, sendo o eixo de sua ação o esforço de expansão do setor industrial do país.
Concluiu-se que o projeto de expansão e readequação da educação rural teve como objetivo a extensão dos hábitos, atitudes e formas de comportamento característicos de uma ci...





Related documents