Irrigação da colostomia: revisão acerca de alguns aspectos técnicos Report as inadecuate




Irrigação da colostomia: revisão acerca de alguns aspectos técnicos - Download this document for free, or read online. Document in PDF available to download.

Vera Lúcia Conceição de Gouveia Santos ; Sandra Soares Schiftan ; Lucila Amaral Carneiro Vianna ;Acta Paulista de Enfermagem 2008, 21 2

Author: Isabel Umbelina Ribeiro Cesaretti

Source: http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=307023824017


Teaser



Acta Paulista de Enfermagem ISSN: 0103-2100 ape@unifesp.br Escola Paulista de Enfermagem Brasil Ribeiro Cesaretti, Isabel Umbelina; Conceição de Gouveia Santos, Vera Lúcia; Soares Schiftan, Sandra; Carneiro Vianna, Lucila Amaral Irrigação da colostomia: revisão acerca de alguns aspectos técnicos Acta Paulista de Enfermagem, vol.
21, núm.
2, 2008, pp.
338-344 Escola Paulista de Enfermagem São Paulo, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=307023824017 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto Artigo de Revisão Irrigação da colostomia: revisão acerca de alguns aspectos técnicos* Colostomy irrigation: review of a number of technical aspects Irrigación de la colostomía: revisión sobre algunos aspectos técnicos Isabel Umbelina Ribeiro Cesaretti1, Vera Lúcia Conceição de Gouveia Santos2, Sandra Soares Schiftan3, Lucila Amaral Carneiro Vianna4 RESUMO Objetivo: Realizar uma revisão bibliográfica sobre quatro aspectos técnicos relacionados à irrigação da colostomia: volume de água a ser infundido, momento do pós-operatório em que se deve iniciar o treinamento para uso do método, tempo de manutenção de 24 horas como intervalo entre as irrigações e tempo gasto na realização do procedimento, visando contribuir para a sistematização mais adequada do método. Métodos: Feitas as buscas nas fontes planejadas, foram identificados 63 artigos.
Resultados: Observou-se a inexistência de um consenso entre os diversos autores consultados: o volume de água infundido variou de 500ml a 1500ml, embora, na prática, o volume médio infundido seja de 1000ml; o momento do pós-operatório para início do treinamento variou de cinco dias a seis meses; o tempo de manutenção do intervalo ...





Related documents