Docência em enfermagem: insatisfações e indicadores desfavoráveis Report as inadecuate




Docência em enfermagem: insatisfações e indicadores desfavoráveis - Download this document for free, or read online. Document in PDF available to download.

Sonia Maria Villela Bueno ; Dathiê de Mello Franco ;Acta Paulista de Enfermagem 2010, 23 6

Author: Sabrina Corral-Mulato

Source: http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=307023868009


Teaser



Acta Paulista de Enfermagem ISSN: 0103-2100 ape@unifesp.br Escola Paulista de Enfermagem Brasil Corral-Mulato, Sabrina; Villela Bueno, Sonia Maria; de Mello Franco, Dathiê Docência em Enfermagem: insatisfações e indicadores desfavoráveis Acta Paulista de Enfermagem, vol.
23, núm.
6, 2010, pp.
769-774 Escola Paulista de Enfermagem São Paulo, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=307023868009 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto Artigo Original Docência em Enfermagem: insatisfações e indicadores desfavoráveis* Teaching in Nursing: dissatisfaction and unfavorable indicators Enseñanza en Enfermería: insatisfacción e indicadores desfavorables Sabrina Corral-Mulato1, Sonia Maria Villela Bueno2, Dathiê de Mello Franco3 RESUMO Objetivo: Identificar e analisar entre docentes de um curso de graduação em Enfermagem os momentos de insatisfação e os indicadores desfavoráveis de sua profissão e a relação entre esses elementos.
Métodos: Estudo descritivo-exploratório de abordagem qualitativa, tendo como participantes 13 professores.
A técnica de coleta de dados foi um questionário com questões norteadoras: de identificação e sobre a temática.
A análise do material foi por identificação dos eixos temáticos e categorização.
Resultados: Verificou-se que a insatisfação na profissão compreendeu principalmente, duas categorias: questões éticas e o excesso de atividades, categorias que também foram identificadas como indicadores desfavoráveis da profissão.
Conclusão: Tanto a insatisfação, quanto os indicadores desfavoráveis tiveram como principais questões éticas e excesso de atividades da carreira acadêmica, demandando atenção, devido aos problemas de saúde q...





Related documents