Agravos clínicos atendidos pelo serviço de atendimento móvel de urgência samu de porto alegre - rs Report as inadecuate




Agravos clínicos atendidos pelo serviço de atendimento móvel de urgência samu de porto alegre - rs - Download this document for free, or read online. Document in PDF available to download.

Maria Alice Dias da Silva Lima ; Rosane Mortari Ciconet ;Acta Paulista de Enfermagem 2011, 24 2

Author: Giselda Quintana Marques

Source: http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=307023871005


Teaser



Acta Paulista de Enfermagem ISSN: 0103-2100 ape@unifesp.br Escola Paulista de Enfermagem Brasil Quintana Marques, Giselda; Dias da Silva Lima, Maria Alice; Mortari Ciconet, Rosane Agravos clínicos atendidos pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) de Porto Alegre RS Acta Paulista de Enfermagem, vol.
24, núm.
2, 2011, pp.
185-191 Escola Paulista de Enfermagem São Paulo, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=307023871005 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto Artigo Original Agravos clínicos atendidos pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) de Porto Alegre - RS* Conditions treated in the Mobile Medical Emergency Services in Porto Alegre - RS Agravios clínicos atendidos por el Servicio de Atención Móvil de Urgencia (SAMU) de Porto Alegre – RS Giselda Quintana Marques1, Maria Alice Dias da Silva Lima2, Rosane Mortari Ciconet3 RESUMO Objetivo: Caracterizar os agravos clínicos atendidos pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), de Porto Alegre, no período de janeiro a junho de 2008.
Métodos: Estudo transversal, descritivo, exploratório.
Utilizaram-se dados do sistema de informações do SAMU que foram transportados para o Programa Excel.
O tratamento e análise dos dados foram descritivos.
Resultados: Os agravos neurológicos, cardiovasculares, respiratórios, digestivos e metabólicos foram os mais prevalentes, e a maioria ocorreu na faixa etária de 41-60 anos.
Os hospitais públicos e unidades de pronto-atendimento foram as principais portas de entrada dos pacientes atendidos pelo SAMU.
Conclusão: Os resultados podem contribuir para uma melhor organização do serviço e apontam necessidades de qualificação do atendimento de enfermagem q...





Related documents