Ramos colaterais viscerais da artéria aorta abdominal em myocastor coypus nutria Report as inadecuate




Ramos colaterais viscerais da artéria aorta abdominal em myocastor coypus nutria - Download this document for free, or read online. Document in PDF available to download.

Rodrigo Cavalcanti de Azambuja ; Rui Campos ;Acta Scientiae Veterinariae 2008, 36 3

Author: Paulete de Oliveira Vargas Culau

Source: http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=289021806006


Teaser



Acta Scientiae Veterinariae ISSN: 1678-0345 ActaSciVet@ufrgs.br Universidade Federal do Rio Grande do Sul Brasil de Oliveira Vargas Culau, Paulete; Cavalcanti de Azambuja, Rodrigo; Campos, Rui Ramos colaterais viscerais da artéria aorta abdominal em Myocastor coypus (nutria) Acta Scientiae Veterinariae, vol.
36, núm.
3, 2008, pp.
241-247 Universidade Federal do Rio Grande do Sul Porto Alegre, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=289021806006 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto Culau P.
O.
V., Azambuja R.
C.
& Campos R.
2008.
Ramos colaterais viscerais da artéria aorta abdominal em Myocastor coypus (nutria). Acta Scientiae Veterinariae.
36(3): 241-247. Acta Scientiae Veterinarie.
36(3): 241-247, 2008. ORIGINAL ARTICLE Pub.
792 ISSN 1678-0345 (Print) ISSN 1679-9216 (Online) Ramos colaterais viscerais da artéria aorta abdominal em Myocastor coypus (nutria) The collateral visceral branches of the abdominal aorta in Myocastor coypus (nutria) Paulete de Oliveira Vargas Culau1 , Rodrigo Cavalcanti de Azambuja2 & Rui Campos1 RESUMO A nutria é um roedor originário do extremo sul da América do Sul explorado comercialmente por sua pele e carne. Neste trabalho, sistematizou-se os ramos colaterais viscerais da aorta abdominal.
Utilizaram-se 30 nutrias, 15 fêmeas e 15 machos, com o sistema arterial aórtico-abdominal preenchido com látex 603.
A aorta abdominal emitiu ventralmente como ramo colateral visceral à artéria celíaca, que se trifurcou nas artérias gástrica esquerda, hepática e lienal.
Os ramos da artéria celíaca promoveram a irrigação do estômago, duodeno, fígado, pâncreas e baço.
A seguir, a aorta abdominal emitiu a artéria mesentérica cranial, de calibre maior que a ...





Related documents