O momento de brincar no ato de contar histórias: uma modalidade diagnóstica Report as inadecuate




O momento de brincar no ato de contar histórias: uma modalidade diagnóstica - Download this document for free, or read online. Document in PDF available to download.

Audrey Setton Lopes de Souza ;Psicologia Ciência e Profissão 2010, 30 1

Author: Fábio Donini Conti

Source: http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=282021781008


Teaser



Psicologia Ciência e Profissão ISSN: 1414-9893 revista@pol.org.br Conselho Federal de Psicologia Brasil Donini Conti, Fábio; Lopes de Souza, Audrey Setton O momento de brincar no ato de contar histórias: uma modalidade diagnóstica Psicologia Ciência e Profissão, vol.
30, núm.
1, marzo, 2010, pp.
98-113 Conselho Federal de Psicologia Brasília, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=282021781008 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto 98 98 O Momento de Brincar no Ato de Contar Histórias: Uma Modalidade Diagnóstica The Moment of Playing in the Narration of Stories: a Diagnosis Modality El Momento de Bromear en el Acto de Contar Historias: Una Modalidad Diagnóstica Fábio Donini Conti & Audrey Setton Lopes de Souza Artigo Universidade de São Paulo PSICOLOGIA CIÊNCIA E PROFISSÃO, 2010, 30 (1), 98-113 PSICOLOGIA CIÊNCIA E PROFISSÃO, 2010, 30 (1), 98-113 99 Fábio Donini Conti & Audrey Setton Lopes de Souza Resumo: O objetivo do presente artigo consistiu em conceber o brincar – entendido ao longo do texto como o modo de se relacionar com a atmosfera da fantasia – enquanto recurso diagnóstico quando se utilizam instrumentos projetivos que propiciem contar histórias.
Além disso, o brincar supera a esfera do infantil e atinge o âmbito do adulto, sendo encarado como fenômeno psíquico inerente à condição humana.
Partindo desse pressuposto e tentando mostrar como o brincar pode ser revelador do funcionamento intrapsíquico, foram apresentados, ao longo do estudo, alguns recortes de histórias relatadas em técnicas projetivas, como, por exemplo, o TAT, o procedimento de desenhos-histórias e o Teste das Fábulas.
Dessa maneira, os discursos que indicam a presença do sim...





Related documents