Educadores de criança: condições de trabalho e vida Report as inadecuate




Educadores de criança: condições de trabalho e vida - Download this document for free, or read online. Document in PDF available to download.

Mara Aparecida Lissarassa Weber ; Raquel Souza Lobo Guzzo ;Psicologia Ciência e Profissão 2013, 33 3

Author: Adinete Sousa da Costa Mezzalira

Source: http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=282028779013


Teaser



Psicologia Ciência e Profissão ISSN: 1414-9893 revista@pol.org.br Conselho Federal de Psicologia Brasil Sousa da Costa Mezzalira, Adinete; Lissarassa Weber, Mara Aparecida; Souza Lobo Guzzo, Raquel Educadores de Criança: Condições de Trabalho e Vida Psicologia Ciência e Profissão, vol.
33, núm.
3, 2013, pp.
688-699 Conselho Federal de Psicologia Brasília, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=282028779013 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto 688 688 Educadores de Criança: Condições de Trabalho e Vida Children Educators: Job And Life Conditions Educadores De Niños: Condiciones De Trabajo Y Vida Adinete Sousa da Costa Mezzalira, Mara Aparecida Lissarassa Weber & Raquel Souza Lobo Guzzo Artigo Pontifícia Universidade Católica de Campinas PSICOLOGIA: CIÊNCIA E PROFISSÃO, 2013, 33 (3), 688-699 PSICOLOGIA: CIÊNCIA E PROFISSÃO, 2013, 33 (3), 688-699 689 Adinete Sousa da Costa Mezzalira, Mara Aparecida Lissarassa Weber & Raquel Souza Lobo Guzzo Resumo: A alienação, o fatalismo e a conscientização no espaço escolar são abordados neste estudo, que teve o objetivo de investigar como trabalhadoras da educação de uma escola pública de educação infantil percebiam as dimensões de seu trabalho nesse contexto.
A pesquisa utilizou a abordagem qualitativa, e os dados foram obtidos por meio da análise de 35 questionários preenchidos por professores, monitores e pela equipe gestora de uma escola municipal de educação infantil.
Os resultados revelaram que as trabalhadoras, em sua maioria, vivenciam situações de opressão nas relações de poder existentes na escola, o que as tem impedido de, nesse contexto, desenvolver-se como indivíduos construtores de sua própria hi...





Related documents