Conhecimento dos profissionais de enfermagem sobre prevenção da úlcera por pressão Report as inadecuate




Conhecimento dos profissionais de enfermagem sobre prevenção da úlcera por pressão - Download this document for free, or read online. Document in PDF available to download.

Maria Helena Larcher Caliri ; Claudia Benedita dos Santos ;Revista Latino-Americana de Enfermagem 2010, 18 6

Author: Margareth Yuri Miyazaki

Source: http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=281421937020


Teaser



Revista Latino-Americana de Enfermagem ISSN: 0104-1169 rlae@eerp.usp.br Universidade de São Paulo Brasil Miyazaki, Margareth Yuri; Larcher Caliri, Maria Helena; dos Santos, Claudia Benedita Conhecimento dos profissionais de enfermagem sobre prevenção da úlcera por pressão Revista Latino-Americana de Enfermagem, vol.
18, núm.
6, diciembre, 2010, pp.
Tela 1-Tela 10 Universidade de São Paulo São Paulo, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=281421937020 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto Artigo Original Rev.
Latino-Am.
Enfermagem 18(6):[10 telas] nov-dez 2010 www.eerp.usp.br-rlae Conhecimento dos profissionais de enfermagem sobre prevenção da úlcera por pressão1 Margareth Yuri Miyazaki2 Maria Helena Larcher Caliri3 Claudia Benedita dos Santos4 O objetivo deste estudo foi descrever e analisar o conhecimento dos membros da equipe de enfermagem que atuam diretamente na assistência a pacientes adultos e idosos, em um hospital universitário, sobre a prevenção da úlcera por pressão.
Trata-se de estudo descritivo-exploratório, realizado entre janeiro e março de 2009, aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa da instituição.
Os dados foram coletados por meio de um questionário validado.
Participaram deste estudo 386 indivíduos, 64,8% eram auxiliares-técnicos de enfermagem e 35,2%, enfermeiros.
Vê-se, pelos resultados, que a porcentagem média de acertos no teste de conhecimento foi de 79,4% (dp=8,3%) para os enfermeiros e 73,6% (dp=9,8%) para os auxiliares-técnicos de enfermagem.
Conclui-se que ambas as categorias de profissionais apresentam déficits de conhecimento em algumas áreas referentes ao tema.
A identificação das áreas deficientes pode nortear o planejamento ...





Related documents