Impacto do manejo clínico da dor: avaliação de estresse e enfrentamento entre profissionais de saúde Report as inadecuate




Impacto do manejo clínico da dor: avaliação de estresse e enfrentamento entre profissionais de saúde - Download this document for free, or read online. Document in PDF available to download.

Tereza Cristina Cavalcanti Ferreira de Araujo ;Revista Latino-Americana de Enfermagem 2011, 19 2

Author: Maíra Ribeiro de Oliveira Negromonte

Source: http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=281421955003


Teaser



Revista Latino-Americana de Enfermagem ISSN: 0104-1169 rlae@eerp.usp.br Universidade de São Paulo Brasil Ribeiro de Oliveira Negromonte, Maíra; Cavalcanti Ferreira de Araujo, Tereza Cristina Impacto do manejo clínico da dor: avaliação de estresse e enfrentamento entre profissionais de saúde Revista Latino-Americana de Enfermagem, vol.
19, núm.
2, abril, 2011, pp.
Tela 1-Tela 7 Universidade de São Paulo São Paulo, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=281421955003 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto Rev.
Latino-Am.
Enfermagem 19(2):[07 telas] mar-abr 2011 www.eerp.usp.br-rlae Artigo Original Impacto do manejo clínico da dor: avaliação de estresse e enfrentamento entre profissionais de saúde Maíra Ribeiro de Oliveira Negromonte1 Tereza Cristina Cavalcanti Ferreira de Araujo2 A literatura especializada destaca que o manejo clínico da dor comporta dificuldades psicológicas, associadas à busca de alívio do sofrimento dos pacientes.
Sendo assim, investigaram-se a percepção de estresse e as estratégias de enfrentamento de 31 profissionais de diferentes categorias, em um centro de atendimento a grandes queimados (dor aguda) e uma unidade de controle de dor e cuidados paliativos (dor crônica).
Para tanto, aplicaram-se um questionário sociodemográfico, a Job Stress Scale (versão resumida) e o Inventário de Estratégias de Coping.
Comparativamente às demais categorias, os técnicos de enfermagem indicaram mais fatores de estresse.
Em compensação, informaram maior diversidade de estratégias de enfrentamento com diferenças significativas entre os serviços.
Esses resultados corroboram estudos anteriores, os quais alertam sobre as condições adversas que interferem na atu...





Related documents