Prevalência do tabagismo em funcionários de um hospital universitário Report as inadecuate




Prevalência do tabagismo em funcionários de um hospital universitário - Download this document for free, or read online. Document in PDF available to download.

Ana Paula Almeida Corrêa ; Amália de Fátima Lucena ; Stephani Amanda Lukasewicz Ferreira ; Marli Maria Knorst ;Revista Latino-Americana de Enfermagem 2011, 19 1

Author: Isabel Cristina Echer

Source: http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=281421953024


Teaser



Revista Latino-Americana de Enfermagem ISSN: 0104-1169 rlae@eerp.usp.br Universidade de São Paulo Brasil Echer, Isabel Cristina; Almeida Corrêa, Ana Paula; Lucena, Amália de Fátima; Lukasewicz Ferreira, Stephani Amanda; Knorst, Marli Maria Prevalência do tabagismo em funcionários de um hospital universitário Revista Latino-Americana de Enfermagem, vol.
19, núm.
1, febrero, 2011, pp.
1-8 Universidade de São Paulo São Paulo, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=281421953024 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto Rev.
Latino-Am.
Enfermagem 19(1):[08 telas] jan-fev 2011 www.eerp.usp.br-rlae Artigo Original Prevalência do tabagismo em funcionários de um hospital universitário Isabel Cristina Echer1 Ana Paula Almeida Corrêa2 Amália de Fátima Lucena3 Stephani Amanda Lukasewicz Ferreira2 Marli Maria Knorst4 Este é um estudo transversal, e teve como objetivo identificar a prevalência do tabagismo em funcionários de um hospital universitário do Sul do Brasil.
A coleta de dados ocorreu no ano 2008, durante exame periódico de saúde dos funcionários, por meio de questionário, de acordo com a condição tabágica dos mesmos.
A amostra ficou constituída por 1.475 sujeitos, desses, 979 (66,4%) eram não fumantes, 295 (20%) ex-fumantes e 201 (13,6%) fumantes.
O predomínio de fumantes está entre funcionários com menor nível de instrução e entre aqueles que exerciam atividades em cargos administrativos.
Identificou-se, entre os fumantes, dependência leve, desejo e grau de motivação elevados para cessar o tabagismo, sendo o principal motivo a preocupação com a saúde.
Assim, considerando-se a motivação dos funcionários para parar de fumar, recomenda-se aproveitar esse mome...





Related documents