Dimensionamento de pessoal de enfermagem de uma unidade neonatal: utilização do nursing activities score Report as inadecuate




Dimensionamento de pessoal de enfermagem de uma unidade neonatal: utilização do nursing activities score - Download this document for free, or read online. Document in PDF available to download.

Edi Toma ;Revista Latino-Americana de Enfermagem 2013, 21 1

Author: Bruna Kosar Nunes

Source: http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=281425765009


Teaser



Revista Latino-Americana de Enfermagem ISSN: 0104-1169 rlae@eerp.usp.br Universidade de São Paulo Brasil Kosar Nunes, Bruna; Toma, Edi Dimensionamento de pessoal de enfermagem de uma unidade neonatal: utilização do Nursing Activities Score Revista Latino-Americana de Enfermagem, vol.
21, núm.
1, enero-febrero, 2013, pp.
1-8 Universidade de São Paulo São Paulo, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=281425765009 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto Rev.
Latino-Am.
Enfermagem Artigo Original 21(1):[08 telas] jan.-fev.
2013 www.eerp.usp.br-rlae Dimensionamento de pessoal de enfermagem de uma unidade neonatal: utilização do Nursing Activities Score Bruna Kosar Nunes1 Edi Toma2 Objetivo: propõe-se, neste estudo, analisar a carga de trabalho de enfermagem dos setores de uma unidade neonatal, através do Nursing Activities Score - NAS, e calcular o quantitativo ideal da equipe, comparando-o com a atual.
Método: o instrumento NAS foi aplicado em todos os recémnascidos internados por, no mínimo, 24 horas; a somatória dos pontos do NAS forneceu a carga de trabalho da unidade, a qual foi utilizada para o cálculo do dimensionamento da equipe, por meio de equação matemática.
Resultados: o setor de baixo risco apresentou carga de trabalho de 267 medidas NAS, e defasagem de 8,8 profissionais diariamente; o médio risco, carga de 446,7, e defasagem de 22,3; o alto risco, carga de 359, e déficit de 17,9; o setor isolamento, demanda de 609, e defasagem de 18,2 e UTI, 568,6 de carga, com déficit de 16,1 funcionários.
Conclusão: o estudo revelou defasagem importante de profissionais em relação à elevada demanda de trabalho à qual estão submetidos diariamente.
A aplicação do Nursing ...





Related documents