Análise dos acidentes ocupacionais com material biológico entre profissionais em serviços de atendimento pré-hospitalar Report as inadecuate




Análise dos acidentes ocupacionais com material biológico entre profissionais em serviços de atendimento pré-hospitalar - Download this document for free, or read online. Document in PDF available to download.

Maria Henriqueta Rocha Siqueira Paiva ;Revista Latino-Americana de Enfermagem 2013, 21 1

Author: Adriana Cristina de Oliveira

Source: http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=281425765004


Teaser



Revista Latino-Americana de Enfermagem ISSN: 0104-1169 rlae@eerp.usp.br Universidade de São Paulo Brasil de Oliveira, Adriana Cristina; Rocha Siqueira Paiva, Maria Henriqueta Análise dos acidentes ocupacionais com material biológico entre profissionais em serviços de atendimento pré-hospitalar Revista Latino-Americana de Enfermagem, vol.
21, núm.
1, enero-febrero, 2013, pp.
1-7 Universidade de São Paulo São Paulo, Brasil Disponível em: http:--www.redalyc.org-articulo.oa?id=281425765004 Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Sistema de Informação Científica Rede de Revistas Científicas da América Latina, Caribe , Espanha e Portugal Projeto acadêmico sem fins lucrativos desenvolvido no âmbito da iniciativa Acesso Aberto Rev.
Latino-Am.
Enfermagem 21(1):[07 telas] jan.-fev.
2013 www.eerp.usp.br-rlae Artigo Original Análise dos acidentes ocupacionais com material biológico entre profissionais em serviços de atendimento pré-hospitalar Adriana Cristina de Oliveira1 Maria Henriqueta Rocha Siqueira Paiva2 Objetivo: estimar a prevalência dos acidentes por exposição a material biológico, suas características e condutas pós-acidente entre os profissionais do atendimento pré-hospitalar de quatro municípios de Minas Gerais, Brasil.
Método: trata-se de estudo transversal.
Utilizou-se questionário estruturado. Realizaram-se cálculo de prevalências, análise descritiva e analítica por meio de regressão logística. Participaram do estudo 228 profissionais e a prevalência de acidentes por exposição a material biológico foi de 29,4%, sendo 49,2% percutâneo, 10,4% mucosas, 6,0% pele não íntegra e 34,4% pele íntegra.
Resultados: dentre os profissionais acidentados destacaram-se técnicos de enfermagem (41,9%) e condutores (28,3%).
Conclusão: a notificação do acidente ocorreu em 29,8% dos casos. Esteve associado à exposição por via percutânea o tempo de atuação na instituição (OR=2,51;...





Related documents